Feira identifica transmissão vertical da Covid-19

 

É quando a doença é transmitida da mãe para o bebê, ainda no útero

Feira de Santana identificou um caso de transmissão vertical da Covid-19, que é quando a mãe transmite a doença para o bebê ainda no útero. A confirmação se deu porque eles não tiveram contato após o nascimento, segundo a médica infectologista, Melissa Falcão.

“A gestação chegou a 30 semanas. Foi feito um parto cesáreo de urgência e no dia seguinte fizemos a coleta da secreção respiratória do bebê, que resultou positivo”, explicou.

Segundo Melissa Falcão, a mãe estava diagnosticada com a doença, mas eles não tiveram contato após o nascimento porque “estavam internados em Unidades de Terapia Intensiva diferentes”.

Ambos precisaram de ventilação mecânica, mas evoluíram bem e estão em ventilação espontânea, apresentando melhora clínica.

Clique aqui e ouça o podcast.

Postar um comentário

0 Comentários