Feira é citada em 1° lugar na Bahia e 6° no Brasil em mortalidade por Covid

 

No ranking Brasil, Feira ocupa a 6º posição

A cada 100 mil habitantes, pouco mais de 93 pessoas morrem por Covid-19 em Feira de Santana. Esta triste marca é a menor taxa de mortalidade pela doença na Bahia entre os 100 maiores municípios avaliados. No ranking Brasil, Feira ocupa a 6º posição. Os dados são da consultoria Macroplan, divulgados pela revista Exame.

 

O secretário de Saúde, Marcelo Britto, atribui os resultados ao empenho dos profissionais e trabalhadores da saúde que atuam na linha de frente no controle da pandemia. "O resultado é fruto de uma gestão comprometida com o seu povo, e que vem trabalhando incansavelmente para vencer o atual momento", enfatizou.

Outra cidade do interior da Bahia que também ganha destaque é Vitória da Conquista. O município está em segundo, abaixo de Feira, e em 9ª posição no ranking Brasil com a taxa de mortalidade em 108,4. 

Segundo a Exame, os municípios com menor taxa de óbito são liderados por "localidades do interior com políticas públicas voltadas à saúde e boa gestão".

No ranking Brasil, Petrolina (PE) é a 1º da lista, com taxa acumulada de óbitos de 65,3 a cada 100 mil habitantes. Em seguida Taubaté (SP), com 73,7. Ribeirão das Neves (MG), com 86,0. Belford Roxo (RJ), com 87,7. Ananindeua (PA), com 93,3. Feira de Santana (BA), com 93,8. Montes Claros (MG), com 102,1. Blumenau (SC), com 107,5. Vitória da Conquista (BA), com 108,4. Franca (SP), com 110,1. 

A consultoria aponta também os municípios com maior taxa de mortes pela Covid-19. No topo da lista está Manaus (AM), ocupando o pior resultado na pandemia, com 382,5. Pouco mais de 380 mortes a cada 100 mil habitantes.

Postar um comentário

0 Comentários