Estudantes sem matrícula podem se transferir para Rede Municipal

 

Prazo para transferência começa esta segunda-feira, 15

Começa nesta segunda-feira, 15, e segue até 9 de abril o prazo para transferência de estudantes que não concluíram o ano letivo de 2020 para a Rede Municipal de Educação. Os pais e responsáveis devem se dirigir à Unidade Escolar que pretendem a vaga a fim de efetuar o procedimento.

A secretária municipal de Educação, professora Anaci Paim, esclarece que as aulas serão retomadas no modo não presencial ainda este mês na Rede. “Nosso objetivo é acolher estudantes que, por razões específicas, tenham ficado sem matrícula, sem vínculo com a escola”, orienta.

Podem ser transferidos alunos oriundos da rede privada, da Rede Estadual ou de outras redes municipais de ensino que, por motivos particulares, a família tenha se mudado para Feira de Santana. São também alunos que não tiveram a oportunidade de concluir o ano letivo de 2020 devido à pandemia pela Covid-19. 

As próprias escolas da Rede Municipal são postos de matrícula. Para efetuar o procedimento, os pais ou responsáveis devem apresentar os seguintes documentos: RG ou Certidão de Nascimento; CPF do estudante; RG ou CPF do responsável; cartão do SUS do aluno; cartão do bolsa família; caderneta de vacinação; comprovante de residência; e histórico escolar ou atestado de transferência (devem ser apresentados os documentos originais com a respectiva cópia). Além de duas fotos 3X4 do aluno.

Caso não haja vaga na unidade de ensino escolhida, serão apresentadas opções disponíveis da Rede Municipal, considerando as escolas mais próximas à residência do aluno.

(FOTOS TIRADAS ANTES DA PANDEMIA)



Postar um comentário

0 Comentários