Corpo do Irmão Lázaro é velado em Feira e depois segue para sepultamento em Salvador

 


O corpo do cantor gospel e vereador de Salvador Irmão Lázaro está sendo velado na manhã deste sábado (20), no Memorial da Pax Bahia, situado no bairro SIM. O velório está sendo restrito aos familiares e amigos mais íntimos, seguindo todos os protocolos de segurança por conta da Covid-19.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

De acordo com informações passadas pela assessoria do cantor, o óbito ocorreu às 22h34, no Hospital São Mateus, em Feira de Santana. Irmão Lázaro sofreu uma parada cardiorrespiratória decorrente da Covid-19. Ele estava há 23 dias internado na Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) e 20 dias intubado.

Após o velório aqui em Feira, o corpo seguirá para o sepultamento em Salvador, no cemitério Jardim da Saudade, o qual ocorrerá na tarde deste sábado e será restrito somente para familiares.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

De acordo com o ex-vereador Isaías de Diogo, que tinha aproximação com o Irmão Lázaro, o cantor e vereador deixa um legado de aprendizado para a vida cristã.

“A gente o admirava pelo que ele foi na vida cristã, exaltando o nome do Senhor através dos seus louvores. Quantas vezes na comunidade do Feira X nós tivemos a oportunidade de leva-lo gratuitamente. Ele fazia esse gesto de dedicação, de louvor a Deus, em resgate daquelas vidas que estavam condenadas à morte. Estamos aqui representando as pessoas que não puderam estar aqui.”

Ele afirmou ainda que teve a oportunidade de estar no PSC na época em que Lázar era presidente do partido aqui em Feira. “Quando eu saí candidato a deputado estadual e ele para senador, tivemos aproximação política. Mas o que eu quero destacar não é a questão política, é a questão da religiosidade do cristianismo, que o irmão Lázaro vai deixar para todos nós.”

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

O presidente da Câmara de Vereadores de Feira de Santana, vereador Fernando Torres, lamentou a morte do cantor.

“É com muito pesar, muita tristeza, que a gente se despede desse grande político, esse grande cantor gospel, pai de família e grande amigo, que era o irmão Lázaro. É uma tristeza geral. Lázaro marcou Feira de Santana e vai deixar sua história, a saudade de um grande amigo. Tive proximidade com ele durante quatro anos. Viajávamos juntos, toda terça íamos para Brasília e toda quinta voltávamos, era aquele dia certo de viagem, batia papo, conversava, dava risada. Senador Otto Alencar gostava muito dele.”
 

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários