Apenas 5% da população foi vacinada contra covid-19 em Feira de Santana

 


Acorda Cidade - O secretário municipal de Saúde, o médico Edval Gomes, participou na manhã desta quarta-feira (3), de entrevista ao vivo no programa Acorda Cidade, esclareceu algumas reclamações sobre a vacinação e informou que apenas 5% da população total foi vacinada. Ele destacou que esse percentual é muito pouco e o município precisa de muitas vacinas para ter uma maior segurança.

“Esse quantitativo de vacinas não garante segurança. Estamos esperando a chegada de mais doses. Vamos ter uma reunião com representantes do estado e uma das pautas é a vacina. O que a gente precisa é de muitas doses. 5% é muito pouco e Feira de Santana não está protegida com essa quantidade de vacinas disponibilizadas. Nem a Bahia e nem o Brasil”, comentou.

Vacinação dos idosos

Várias pessoas procuraram a produção do Acorda Cidade para reclamar sobre a vacinação dos idosos. Informaram que fizeram o agendamento para receber a vacina há três semanas e não tiveram nenhum retorno das unidades de saúde. Edval Gomes explicou que não está faltando vacina em nenhum Posto de Saúde da Família (PSF), assim como em nenhuma Unidade Básica de Saúde (UBS) e o que pode está acontecendo é uma dificuldade de comunicação entre a população e os profissionais de saúde. Ele disse que cada ampola de vacina armazena dez doses e o protocolo da secretaria é reunir dez idosos para que não haja perda de nenhuma dose. Ele frisou que a validade das vacinas depois que a ampola é aberta é de cerca de seis horas.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“Não estão faltando vacinas em nenhuma unidade. Temos vacinas. Mas a chamada para vacinação não é feita automaticamente. É preciso juntar dez pessoas para vacinar. Peço que as pessoas tenham um pouco de paciência e que aguardem que serão contactados. Se em três ou quatro dias isso não acontecer, devem buscar a unidade para saber”, frisou.

O secretário contou que Feira de Santana recebeu até o momento 39.369 doses de vacinas e que já foram aplicadas de forma bem discreta 30.839 doses. Além dos idosos, foram vacinados os profissionais de saúde.

Ele observou que a faixa etária atual de idosos é acima de 80 anos e os profissionais de saúde, a preferência é para aqueles que estão na linha de frente da covid-19.

Ainda há disponível cerca de 8.500 doses. Das 2 mil para a segunda aplicação dos idosos com mais de 90 anos, já foram aplicadas 1.739. Segundo Edval, o restante deste grupo que falta deve ser vacinado nos próximos dois ou três dias. Ele comentou que não é preciso que o idoso vá até a unidade de saúde para fazer o agendamento e que esse procedimento pode ser feito por um familiar ou cuidador. O idoso que tiver dificuldades de deslocamento, será vacinado em seu domicílio. Esta organização é feita pelos profissionais das unidades de saúde ou pelo agente de saúde da família que contacta o idoso para a vacinação.

Postar um comentário

0 Comentários