Anvisa diz que vacina de Oxford é segura e recomenda continuidade do uso

 Enfermeira prepara dose da vacina de Oxford/AstraZeneca em ManausEnfermeira prepara dose da vacina de Oxford/AstraZeneca em Manaus. Foto: Sandro Pereira/Fotoarena/Estadão Conteúdo


Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nota na noite desta terça-feira (16) recomendando a continuidade do uso da vacina de Oxford e da AstraZeneca no Brasil.

Nos últimos dias, quinze países da Europa decidiram suspender o uso da vacina diante da suspeita de que o imunizante possa provocar a formulação de coágulos sanguíneos, o que os fabricantes negam.

A Anvisa se reuniu com "autoridades regulatórias de vários países" e com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular antes de elaborar o novo posicionamento, diz o conteúdo do comunicado.

A agência afirma que "o lote da vacina que deu início às suspensões feitas por alguns países não veio para o Brasil". 

"Nas bases nacionais que reúnem os eventos ocorridos com vacinas não há registros de embolismo e trombose que tenha relação de causa com as vacinas contra a Covid-19", diz a Anvisa.

Postar um comentário

0 Comentários