500 vidas perdidas na luta contra a Covid em Feira

 

Cada óbito registrado representa a dor de uma família


Feira de Santana alcança a triste marca de 500 mortes por Covid-19 nesta quinta-feira, 18. Não são apenas números, cada óbito registrado representa uma vida perdida e a dor de uma família.

Pessoas entre 65 e 79 anos lideram as estatísticas com 161 mortes. Mais perto desta marca estão aquelas na faixa etária dos 50 a 64 anos, com 134 registros. Os dados são da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde.

“São vidas perdidas. São 500 famílias que sofrem a dor de não mais ter por perto um familiar ou amigo. Estamos vivendo um momento difícil e seguimos na luta para vencer esse mal que nos atinge há um ano”, lamenta o prefeito Colbert Filho.

Ainda assim, muitas pessoas ainda descumprem as medidas de distanciamento social e participam de festas clandestinas e eventos. Vale destacar que os jovens lideram o índice de casos confirmados, sendo vetor da doença para a família. São 18.337 pessoas entre 20 a 49 anos, dos 27 mil casos confirmados da doença em Feira.

Neste momento, mais do que nunca, a recomendação é redobrar os cuidados que podem evitar o contágio da doença. Uso de máscara, do álcool em gel e distanciamento social ainda são as medidas mais eficazes.


Postar um comentário

0 Comentários