PM e Guarda Municipal se reúnem para alinhar ações de fiscalização do cumprimento do decreto de toque de recolher

 


Entra em vigor a partir desta sexta-feira (19), o decreto que restringe a circulação de pessoas nas ruas e o funcionamento de serviços não essenciais após as 22h. A Polícia Militar e a Guarda Municipal se reuniram na manhã desta quinta-feira (18) na sede do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL) para alinhar as ações de fiscalização do cumprimento do decreto.



Em entrevista ao Acorda Cidade, o tenente-coronel Carvalho, subcomandante do Comando de Policiamento Regional Leste (CPRL), afirmou que a Polícia Militar, vai trabalhar em conjunto com o poder público municipal, promovendo fiscalizações nos estabelecimentos que estiverem em desacordo com o decreto estadual.

"Todas as viaturas de serviço, estarão empenhadas no cumprimento do decreto do governo estadual em toda a região do CPRL, além disso, a PM atuará juntamente com o poder público municipal, em grupos de trabalho promovendo fiscalizações em estabelecimentos que desejam patrocinar algum tipo de evento e que esteja em desacordo com o decreto estadual e com as normas estabelecidas pelo município", declarou.

O tenente-coronel destacou que o policiamento ostensivo não será específico diretamente nas fiscalizações de estabelecimentos e afirmou que a PM vai continuar atuando nos bairros e distritos de Feira de Santana.

"A fiscalização do decreto se soma às nossas atividades ordinárias de policiamento ostensivo preventivo. Portanto, nós temos as nossas viaturas que atuam no centro da cidade, nos bairros e nos distritos e estas viaturas estarão promovendo a fiscalização do decreto também, não vai existir nenhuma concentração em determinado local e sim no município, como um todo", afirmou.

Horário de fechamento de estabelecimentos

A orientação dada aos proprietários de bares e restaurantes, é que fechem os estabelecimentos a partir das 21h30, para que haja o tempo dos funcionários se deslocarem para as residências.

"Todos os proprietários devem seguir o que está estabelecido no decreto estadual, então o comércio desses bares e restaurantes devem fechar às 21h30 para que até às 22h, os funcionários desses estabelecimentos já tenham chegado em suas residências. Aqueles que trabalham em farmácias e em locais que estão autorizados a passar do horário estabelecido, terá como comprovar e o bom senso vai imperar nessas situações, não há dúvidas, aquele funcionário que comprovar tal atividade, não terá problema nenhum, mas é preciso que tenha cuidado com o transporte público", disse.
 

00:20/00:59

Delivery

Quanto aos entregadores de delivery, pelo decreto estadual apenas medicamentos estarão autorizados a circularem durante o horário de toque de recolher, mas a prefeitura tem autonomia sobre essa questão e, segundo o Secretário Municipal de Comunicação, Edson Borges, o prefeito Colbert Martins vai publicar um decreto permitindo a entrega de alimentos.

O Secretário Municipal de Prevenção à Violência, Moacir Lima, que também participou da reunião pela manhã na sede do CPRL, para definir detalhes do decreto, confirmou que o município está de acordo com o decreto do governo do estado e disponibilizou a Guarda Civil Municipal para atuar em parceria com a PM durante a fiscalização.

“Nós fizemos um alinhamento das ações do decreto do governo do estado, que a partir desta sexta-feira define que a partir das 22 horas teremos que intensificar as ações, para que seja cumprido o decreto do governo, alinhado ao município, pois o prefeito está de acordo com todas as ações e vamos fazer o trabalho orientado pelo prefeito. Fizemos o contato com o pessoal da Polícia Militar, com o coronel Leonir Morais, coronel Carvalho e os demais oficiais que lá estiveram, para que a gente fizesse todo o alinhamento de como será esse combate”, informou o secretário.

Ele ressaltou que o trabalho da Guarda e da PM será integrado e em comboios. “A Polícia vai disponibilizar viaturas nas áreas para fazer essa fiscalização e nos distritos, porque quando a gente faz uma ação aqui, as pessoas vão de encontro e cometem infrações nos distritos. Nossa Guarda vai também fiscalizar nos distritos.”

O secretário pediu ainda o apoio da população no cumprimento do Toque de Recolher, para que novas medidas mais duras não sejam impostas nos próximos dias. “Se todo mundo contribuir vai haver a diminuição dessa situação e vamos flexibilizar. Não havendo aí o governo vai apertar. Toda a cidade vai estar policiada. Não vai ter barreiras, mas terão viaturas circulando em todos os locais.”

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários