Nery retruca acusação de Fernando Torres: 'Se ele provar, dou a mão à palmatória'

 


O ex-vereador Alberto Nery, atual presidente do sindicato dos rodoviários de Feira de Santana, retrucou as acusações sobre o recebimento de propina e repartição dos valores, anunciadas pelo presidente da Casa da Cidadania, Fernando Torres (PSD). Em entrevista ao Acorda Cidade, nesta quarta-feira (3), o sindicalista informou que as acusações do presidente são equivocadas e que seria necessário comprovar a situação.

“Isso comprova claramente o despreparo do líder do legislativo. Acho que ele não se atentou ao papel do administrador da Casa, que tem o papel tão grande na Casa da Cidadania em Feira de Santana. No dia de ontem, ele me chamou de bandido. Sobre ele dizer que eu era porta-voz em levar dinheiro da classe patronal para os vereadores, faço um desafio a ele. Se comprovar que um só vereador, algum dia, recebeu das mãos do vereador Alberto Nery dez centavos relacionados a direcionamento de empresários, eu dou a mão à palmatória. Se ocorria esse fato lá, a mim não interessa, não tenho conhecimento”, disse.

O sindicalista ainda falou sobre a intenção do presidente da Câmara de realização de uma CPI para apurar o caso. Segundo Nery, as contas da Casa serão apresentadas ao Ministério Público (MP), já que a CPI não possui o direito de investigação.

“Da nossa parte, nunca foi dado a nenhum trabalhador. Sobre as contas da Câmara, nós apresentaremos ao Ministério Público, porque a CPI não tem esse direito. Nas minhas contas, nunca se passaram milhões. Gostaria que passasse, mas nunca se passaram, e, se passassem, seria de forma lícita. Lamento, esperamos que esse espetáculo chegue a um final e que ele possa entender o papel de presidente da Casa”, concluiu.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários