Motoristas de aplicativos param atividades para pedir aumento da tarifa

 


Motoristas de aplicativos paralisaram as atividades na manhã desta segunda-feira (1º), em Feira de Santana, para protestar contra a baixa tarifa que é paga pelas corridas. Eles deram início ao protesto em frente ao terminal rodoviário, de onde seguiram pela Avenida Presidente Dutra e outras vias do centro da cidade.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

De acordo com Everson da Silva Matos, motorista cadastrado nos aplicativos Uber e 99, há muito tempo as plataformas não aumentam o valor da tarifa mínima. Ele reclama que com o alto custo com o combustível os motoristas não estão conseguindo obter lucros.

“Hoje a nossa tarifa é em média R$ 4,40, sendo que uma passagem de ônibus aqui em Feira custa 4,50, e tem lugares que é até mais. Nós estamos rodando de graça, ajudando a população e sem retorno do aplicativo para nosso sustento. A nossa causa não é política e sim da classe trabalhadora”, afirmou Everson.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Outra pauta da paralisação foi a diminuição do valor do combustível. “Em Feira de Santana tem posto que chega a custa R$ 5,25 o litro da gasolina. Como a gente pode trabalhar com uma taxa mínima de 4,40, abaixo do valor do litro do combustível? É muito difícil poder trabalhar honestamente dessa forma no nosso país”, declarou o motorista, acrescentando que hoje uma média de 6 mil motoristas são associados aos aplicativos Uber e 99 em Feira de Santana.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários