Matrículas da rede estadual começam a partir do dia 15 de abril, informa NTE

 


Acorda Cidade - As matrículas da rede estadual ensino serão realizadas a partir do dia 15 de abril. Na primeira fase de retomada, as aulas acontecerão de forma remota, segundo informou o diretor do Núcleo Territorial de Educação (NTE), Arivaldo Vieira.

De acordo com ele, atualmente Feira de Santana possui 47.581 alunos na rede estadual que serão matriculados de forma automática. Segundo ele, também será divulgado um calendário para os estudantes que vierem da rede particular.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“Se tem algum aluno oriundo da escola particular que venha para a rede estadual também será definida a data que ele vai se dirigir até a escola e fazer a matrícula. Como também nós já tivemos uma reunião com o município, que nós estamos recebendo 1.200 alunos concluintes do ensino fundamental. Esses alunos já vão ter a vaga, serão realocados para nossas escolas para que não tenham dificuldade de resolver a situação. Em Feira de Santana, nós temos um total de alunos matriculados de 47.581 alunos, e nós temos mais 16 municípios, totalizando 62.984 alunos”, informou.

Protocolos

O diretor do NTE afirmou que as escolas da rede estadual em Feira serão visitadas para que possam cumprir também o protocolo de segurança que será adotado na terceira fase da retomada, a qual será presencial.

Ele reiterou que nessa primeira fase as aulas serão remotas e todas as escolas estão recebendo 100 Mega de internet.

“Nós temos hoje no processo as aulas remotas e estamos no processo de adaptação com os professores. Vamos ter a nossa Jornada Pedagógica semana que vem, virtualmente também, e vamos estar preparando. A escola está com a capacidade da internet e aqueles alunos que já têm internet, podem baixar nosso programa. Nós estamos hoje também com as pílulas de aprendizagem para os alunos que não têm internet e vão receber o material de acompanhamento. Além disso, temos uma ferramenta muito boa que é a TV Educa, que vai estar com as aulas todas gravadas. Os alunos podem se dirigir até a escola e baixar todas as aulas.”

O diretor explicou ainda que as escolas vão ter que cumprir o calendário de 2020 mais o de 2021, totalizando 1.500 horas. “O aluno vai ter as aulas remotas pela manhã, e pode ter aulas à tarde e à noite, nesse somatório vamos até o mês de maio concluindo 2020 e depois vamos para 2021, que chega até dezembro.

Postar um comentário

0 Comentários