Fiscalização fecha estabelecimentos que descumpriram 1º dia do Toque de Recolher

 


Começou a valer ontem (19) e segue até o dia 25 deste mês o Toque de Recolher, com o objetivo de conter aglomerações e evitar o aumento dos casos de Covid-19 em 343 municípios da Bahia. A medida, anunciada no dia 16 de janeiro, determina que as pessoas devem ficar em casa das 22h às 5h.

01:07/03:33

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

A Polícia Militar, em parceria com a Guarda Municipal, realizou blitz e circulou em diversos pontos da cidade para fiscalizar o cumprimento do decreto. Alguns motoristas foram flagrados nas barreiras montadas pela PM dirigindo alcoolizados. Além disso, estabelecimentos em alguns bairros estavam abertos durante o horário de restrição e foram orientados a fechar as portas por estarem descumprindo as regras e com aglomerações.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade

De acordo com o major PM Boness, supervisor do policiamento da região leste, as atividades começaram no horário previsto, com duas equipes itinerantes mais todo o efetivo trabalhando em prol do cumprimento do decreto estadual e municipal. Ele informou que apesar de algumas situações, a maior parte da população obedeceu ao decreto e se manteve em casa após as 22h.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

“Nós temos como registro a notificação de um bar no Feira X e os demais receberam orientações, porque felizmente a população de Feira está entendendo essa medida dos órgãos públicos em prol da saúde coletiva e ela é realmente necessária. Estamos monitorando também através das câmeras toda a cidade de Feira de Santana e os distritos, e estamos observando que realmente a cidade ficou parada. Colhi essas informações através do nosso 190, que é o Cicom, e temos um centro de decisões estratégicas onde as informações convergem, e as equipes na rua estão orientadas também a transmitir todas as imagens e fotos dos locais onde passam para que a gente possa registrar que o Toque de Recolher foi atendido”, informou.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Equipes da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) da prefeitura de Feira também visitaram os bairros para garantir que o decreto fosse obedecido. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico do município, Joedilson Freitas, a população respondeu bem à determinação do decreto e houve apenas alguns casos pontuais, a exemplo de um estabelecimento que foi fechado.

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

“Notificamos um empreendimento que o proprietário estava descumprindo, e a gente está aplicando a lei. A gente conversa, orienta pra que essa pessoa tenha o bom senso. A determinação do prefeito é percorrer toda a cidade e a gente pede, aproveitando a oportunidade, que a comunidade colabore e cumpra os horários estabelecidos, porque se a população cumprir a gente diminui muito a carga de estar fiscalizando os bares e restaurantes”, informou o secretário.

Quantos aos estabelecimentos flagrados descumprindo o decreto, Joedilson Freitas afirmou que as desculpas são variadas com a chegada da fiscalização. “Ele dizem estavam fechando e já estavam saindo, mas isso a gente não pode levar em conta porque foi noticiado, tem o decreto e as pessoas têm que saber cumprir a lei. Estão sendo notificados, e eles têm um prazo de cinco dias para ficarem com o estabelecimento fechado, e têm que ir à nossa secretaria pra fazer um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e não venha ser reincidente. Porque senão ele pode perder o alvará e ter que fechar. Nós estamos aqui com a Guarda Municipal, prepostos da SMT. São duas equipes rodando a cidade.”

Foto: Ed Santos/ Acorda Cidade

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários