Em evento no Ceará, Bolsonaro volta a defender fim das medidas restritivas

 Jair BolsonaroO O presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Foto: DIEGO GURGEL/ISHOOT/ESTADÃO CONTEÚDO


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a defender o fim das medidas restritivas em todo o país. As declarações foram feitas durante um pronunciamento no Ceará, em evento de assinatura de um decreto de retomada de obras no estado.

"O povo não consegue mais ficar dentro de casa. O povo quer trabalhar. Esses que fecham tudo e fecham empregos estão na contramão daquilo que seu povo quer", disse Bolsonaro. 

As declarações do presidente da República ocorrem em meio ao temor de um colapso no sistema público de saúde em diversos estados. 

As únicas medidas de prevenção reconhecidas por autoridades sanitárias contra a Covid-19 incluem uso de máscara, distanciamento social, higienização das mãos e vacinação. 

O presidente disse se sentir fortalecido ao visitar o nordeste. Ele afirmou ser alvo de ataques constantes, mas que não levarão à uma ação de desistência do mandato. 

"Tenho certez de quando quando deixar o governo, entregarei um Brasil, apesar da pandemia, muito melhor do que aquele que recebi em janeiro de 2019", afirmou.

Bolsonaro também fez acenos ao Congresso Nacional ao afirmar que nunca teve tanto apoio quanto agora e que o Brasil tem apenas dois poderes, porque, segundo ele, o Executivo e o Legislativo trabalham juntos.

"Não há intrigas entre nós, há vontade de trabalhar", afirmou. 


Fonte: CNN  Brasil

Postar um comentário

0 Comentários