Cidades do estado da Bahia entram em lockdown neste fim de semana

 


O Governador Rui Costa anunciou o fechamento total (lockdown) das atividades não essenciais no estado da Bahia. O anúncio foi feito em live nas redes sociais do governador no início da tarde desta quinta-feira.

“Resolvemos fechar as atividades não essenciais a partir das 20h de sexta-feira (26) até às 5h de segunda-feira. Sendo que as lojas de rua devem fechar na sexta-feira às 17h, os bares às 18h e os shoppings às 20h, para escalonar a saída dos passageiros do transporte público”, informou o governador.

Não será permitido o funcionamento em nenhum horário de bares, restaurantes e atividades comerciais não essenciais. O serviço de delivery está autorizado. Um decreto vai detalhar as regras.

A lista com as cidades que terão lockdown será divulgado ainda hoje.


Feira de Santana: 'Não pode fechar tudo em Salvador e Feira ficar de fora', diz Colbert Martins sobre possível lockdown

O prefeito Colbert Martins (MDB), afirmou nesta quinta-feira (25), que realizará uma reunião com a Associação Comercial de Feira de Santana (Acefs), presidida pelo Marcelo Alexandrino, para discutir a possibilidade de decretar lockdwon (fechamento de todas as atividades não essenciais) em Feira de Santana.

O prefeito foi à Brasília para acompanhar a posse do novo Ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos) e contou que a reunião discutirá a proposta do Governo do Estado de fechamento na próxima segunda-feira (1º) para a Região Metropolitana de Feira de Santana e Salvador.

“Não pode fechar tudo em Salvador e região metropolitana, e nós ficarmos de fora. A pressão vai ser toda em cima de Feira. Neste momento, precisamos avaliar essa circunstância, caso contrário superlotaria o município que já está lotado”, disse ao Acorda Cidade.

O governador Rui Costa disse que fará uma reunião neste final de semana para avaliar os impactos do toque de recolher decretado na Bahia até domingo (28) e se será necessário ampliar a medida do lockdown. Ainda nesta quinta (25), o governador dará uma entrevista ao vivo com o prefeito de Salvador, Bruno Reis às 11h para tratar sobre o assunto.

“Eu acho que nem cabe mais a discussão se não é acertada ou se não é, não temos alternativas, simplesmente isso. Depois de praticamente um ano convivendo com o vírus, a humanidade aprendeu definitivamente que só há um remédio enquanto não chegar a vacina, que é o distanciamento social e o uso de máscara. O que nós estamos tomando são medidas progressivas para alcançar a nossa meta de conter o crescimento do vírus, mas se não conseguirmos isso, não restará alternativa se não fazer o fechamento total para conseguir essa redução, e nós vamos tomar essa decisão, eu pretendo na sexta-feira e no sábado fazer reunião com os prefeitos e tomar a decisão já no sábado, para que as pessoas possam se programarem. Não é correto deixar no mesmo dia você anunciar, o importante é que você possa anunciar com antecedência. Se todos colaborarem, talvez não precisaremos fazer o fechamento total, se até sábado não conseguirmos resultado, aí teremos sim que anunciar”, declarou.

Postar um comentário

0 Comentários