Cerca de 280 feirantes serão retirados da Rua Marechal Deodoro e Praça Bernadino Bahia; novo local ainda não foi definido

 


Com as obras de requalificação do centro de Feira de Santana iniciadas na Rua Marechal Deodoro, os feirantes serão relocados para um novo local nos próximos dias. De acordo com o secretário de Prevenção à Violência do município, Moacir Lima, é preciso definir um novo local de trabalho, antes que todos os feirantes sejam transferidos.

"Nós já estamos tomando todas as providências nesse sentido, até porque as obras já foram iniciadas ali na Marechal e na Bernadino Bahia, porém estamos vendo o local para colocá-los, porque não podemos tirar sem ter uma oferta disponível. A Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Settdec), também está conversando com as lideranças e ofertando espaços como Centro de Abastecimento e Feiras Livres e caso eles possuam outras sugestões, estaremos aqui para dialogar também", explicou.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Segundo o secretário, cerca de 280 feirantes serão transferidos para o novo local. Como as obras ainda não avançaram, este será o tempo até que seja definido o destino.

"As obras ainda estão na primeira parte da Marechal, onde não tem influência de feirantes, por isso já estamos antecipando e conversando com os mesmos para que possamos ter um trabalho sem nenhum tipo de problema. A informação dada pela Settdec é que são em torno de 280 feirantes, mas independente disso, já foi solicitado para que possamos fazer um próprio levantamento e dar continuidade ao trabalho", disse ao Acorda Cidade.

Caso não haja contratempos, dentro de oito dias, todas as pessoas serão relocadas para o novo local.

"Eu creio que se for nesse caminho do diálogo, possa ser que aconteça o mais rápido possível no prazo máximo de oito dias. Como foi informado, nossa ideia é que sejam relocados para o Centro de Abastecimento, Feiras Livres, mas eles podem opinar também. Não vamos retirar esses feirantes dos locais atuais e deixar sem nada, estamos ofertando esses locais e o prefeito também pensa em fazer melhorias no Centro de Abastecimento, como forma de proporcionar um local mais digno para trabalhar", concluiu o secretário Moacir Lima.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários