Saiba um pouco mais sobre os 21 vereadores da 19ª legislatura em Feira de Santana

 


Acorda Cidade - O recesso da Câmara Municipal de Feira de Santana encerra no dia 1º de Fevereiro, quando os vereadores eleitos e reeleitos iniciam as atividades da 19ª legislatura. A composição deste ano teve 61,9% de renovação com relação à legislatura anterior. Apenas 8 se reelegeram. Dos 21 vereadores, há apenas três mulheres: Gerusa Sampaio, Eremita Mota e Lú de Rony, sendo Eremita a que tem mais tempo na casa com cinco mandatos e Lú de Rony está em seu primeiro mandato.

Conheça a seguir um pouco dos vereadores de Feira de Santana, por ordem de quantidade de votos:


1.Jhonatas Lima Monteiro (PSOL) - 8.292 votos. Vereador mais votado da história de Feira de Santana, o professor de História da rede estadual de ensino técnico, Jhonatas Lima Monteiro está em seu primeiro mandato aos 37 anos de idade. Formado pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), ele tem mestrado pela Uefs e doutorado pela Universidade de São Paulo (USP). O Rasta, como também é conhecido, iniciou a militância de uma política mais descentralizada e participativa no Movimento Estudantil defendendo a educação pública de qualidade e melhorias para o transporte público municipal, foi candidato a prefeito de Feira e a deputado estadual entre os anos de 2012 e 2018.


 

2.Pedro Américo de Santana Silva Lopes (DEM) – Com 5.823 votos Pedro Américo foi o segundo mais votado nas eleições de 2020. Ele assume seu primeiro mandato aos 35 anos de idade com 25 compromissos temáticos que estabeleceu para debater na Câmara Municipal com foco no desenvolvimento de Feira de Santana como metrópole e garantia de direitos para a população. Nascido no povoado de São Domingos, em Valente, Pedro Américo é especialista em Gestão Estratégica de Políticas Públicas, mestre em ensino médio de física pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e professor. Foi coordenador de Proteção e Defesa Civil na Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e chefe de gabinete na Secretaria de Desenvolvimento Social.
 

 

3. Gerusa Maria Bastos Silva Sampaio (DEM) - Com 5.252 votos, Gerusa Sampaio foi a mulher mais votada do pleito de 2020 em Feira de Santana para a Câmara Municipal e foi reeleita. Em seu quarto mandato aos 58 anos de idade, Gerusa tem é autora de diversas leis municipais como a da colocação de faixas para pedestres ou redutor de velocidade nas proximidades das escolas de educação infantil, ensino fundamental e médio, e o sistema de cobrança fracionado de 30 em 30 minutos nos estacionamentos do Município. E a mais recente lei, aprovada que garante a inclusão do critério de prioridade à mulher vítima de violência doméstica, na inscrição e aquisição em programas habitacionais no âmbito do Município. Nascida em Salvador, Gerusa tem ensino superior completo, é casada e tem dois filhos. Em 2007, lançou sua primeira candidatura à vereadora, sendo eleita para o exercício de 2008, com 4.021 votos pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT). Foi reeleita no dia 7 de outubro de 2012 com 6.736 votos pelo Partido Social Democrata (PSD). No pleito seguinte, em 2016, assumiu o terceiro mandato com 6.395 votos em Feira de Santana. Em 2018 candidatou-se a deputada federal, obteve 29.533 votos, mas não foi eleita.

 

4. Edvaldo Lima dos Santos (MDB) - 4.848 votos – Em seu terceiro mandato como vereador de Feira de Santana, Edvaldo Lima tem 65 anos, segundo grau completo, e filiou-se recentemente ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB). Eleito pela primeira vez em 2012, com 5.442 votos, Edvaldo Lima foi reeleito em 2016 pelo Partido Progressista (PP) com 3.797.  O presbítero da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, nasceu na cidade de Ruy Barbosa, e é casado há 41 anos, tem 4 filhos e 4 netas. Ele exerceu a função de oficial de gabinete da Secretaria de Agricultura de Feira de Santana e foi pastor por 13 anos servindo a comunidade com projetos e ações sociais. Como vereador foi autor de diversos projetos polêmicos e ingressou com ação para suspender a chamada Blitz do IPVA.
 

 

5. José Carneiro Rocha (MDB) - 4.749 votos - Está no quinto mandato e durante dois foi presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana. Casado, tem um filho e duas filhas, cursou magistério, mas decidiu se dedicar à carreira política. Ele começou nos movimentos estudantis, nos grêmios dos colégios Municipal e Estadual e Gastão Guimarães e foi presidente da Casa do Estudante de Feira de Santana duas vezes. Em 1996, foi candidato a vereador pela primeira vez e ficou na primeira suplência, com 1.595 votos. Em 2000, tentou novamente e foi eleito com 2.688 votos. No pleito de 2004, foi o suplente mais votado, com 3.629 votos. Na eleição de 2008, José Carneiro obteve 3.018 votos, ocupando a vaga durante um ano da vereadora Gerusa Sampaio, que se licenciou para assumir a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Filiado ao PTB, em 2012, ele conseguiu ser eleito com 3.803 votos. Em 2016, José Carneiro é eleito com 5.774 votos pelo PSDB, ficando entre os três mais votados de Feira de Santana. Recebeu o convite do então prefeito José Ronaldo de Carvalho para assumir a liderança do Governo Municipal, e no dia 21 de agosto de 2017, em decorrência do falecimento do vereador Reinaldo Miranda, Ronny, José Carneiro foi eleito por 17 vereadores para assumir a Presidência da Câmara de Vereadores de Feira de Santana pela primeira vez, sendo reeleito. A reeleição pela terceira vez estava garantida para o biênio de 2021/2020, mas uma mudança de apoios o fez renunciar da candidatura à presidência, ficando Fernando Torres como o único candidato na disputa.


6. José Marques de Messias – Zé Curuca (DEM) - 4.093 votos. Aos 45 anos, Zé Curuca está em seu terceiro mandato. Nascido no distrito de Humildes, em Feira de Santana, ele é casado, exerceu a vereança de 2008 a 2012, voltou à Casa em 2017 e se reelegeu no pleito de 2020. Seu reduto eleitoral é no distrito onde nasceu, e no bairro do Limoeiro e adjacências.


 

7. Eliziário Ribeiro da Silva – Eli Ribeiro (REPUBLICANOS) - 4.089 votos - Natural de Dom Pedro (MA), Eli Ribeiro foi abraçado pela Princesa do Sertão no ano de 2000, e, em 2016, recebeu o Título de Cidadão Feirense. O seu primeiro mandato foi um desafio de carreira, entretanto, no segundo, obteve o maior número de votos em seu partido. Formou-se em Gestão Pública aos 58 anos, atuou por cerca de três anos como secretário Municipal de Habitação, e como radialista, apresenta o Programa Tribuna do Povo na Rádio Cultural AM 700. É casado e pai de três filhos, e pastor engajado em trabalhos sociais da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).
 

 

8. Sílvio de Oliveira Dias (PT) - 3.952 votos. O advogado e policial rodoviário federal aposentado está em seu primeiro mandato como vereador de Feira de Santana. Foi coordenador da 3ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), onde reformulou diversas mudanças em busca de melhorias no atendimento ao público. Assumiu o cargo em 2012 e em 2020 candidatou-se pela primeira vez a vereador, quando foi eleito entre os 10 mais bem votados.
 

 

9. Luciane Aparecida Silva Brito Vieira – Lú de Ronny (MDB) - 3.886 votos. Está em seu primeiro mandato como vereadora, mas candidatou-se pela primeira vez a um cargo político em 2018 quando concorreu a uma vaga de deputada na câmara federal. Ela obteve 15.238 votos e não se elegeu. Graduada em Relações Públicas e Enfermagem, Lú de Rony, 45 anos, foi gerente de enfermagem da Policlínica do Parque Ipê e é esposa do vereador Ronny, que faleceu em 2017. Em 2018 ela foi condecorada na Câmara com a comenda Maria Quitéria..

 

10. Eremita Mota de Araújo (PSDB) - 3.510 votos – Presidente do PSDB em Feira de Santana desde 2019 e da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Feira de Santana, Eremita está em seu quinto mandato. Com vasta experiência na Câmara de Vereadores, ela foi autora de diversos projetos entre eles o que instituiu o Dia Municipal da Fibromialgia, lembrado anualmente no dia 12 de maio, e que dá aos portadores de Fibromialgia o direito de estacionar em vagas já destinadas a pessoas com necessidades especiais. Já foi diretora de escolas da rede estadual de ensino, chefe da Divisão de Ensino do 1° Grau, da Secretaria Municipal de Educação, e Chefe da Divisão Família/Idoso, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Com ensino médio completo e 65 anos de idade, ela foi nomeada secretária Municipal de Educação, no dia 23 de novembro de 2020, após o primeiro turno das eleições e já reeleita vereadora, mas foi afastada do cargo por motivos de saúde.

 

11. Ivamberg dos Santos Lima - Professor Ivamberg (PT) - 3.420 votos. Professor, dentista e conhecido em virtude de sua atuação na área da Educação, Ivamberg Lima assume uma vaga na Câmara Municipal pela primeira vez. Ele tem 50 anos de idade, é casado, nasceu em Feira de Santana e tem ensino superior completo com mestrado em gestão e tecnologias aplicadas à educação. Servidor público estadual concursado, ele foi diretor do Núcleo Regional de Educação (NR19), antes denominada Direc 2, por cinco anos, participou de projetos como o da Alfabetização de Jovens e Adultos (Eja) na Fazenda Mocó, da implantação do Regime de colaboração na educação entre estado e municípios no território Portal do Sertão, e da implantação da educação profissional no antigo Colégio Estadual, além de outros projetos na área da educação e saúde.


12. Luiz Ferreira Dias - Luiz da Feira (PROS) - 3.376 votos - Morador do bairro Tomba, Luiz da Feira, 46 anos, nasceu no distrito de Bonfim de Feira, e foi reeleito para seu segundo mandato. Tem ensino fundamental completo, trabalhou como camelô no calçadão da Sales Barbosa, e depois conquistou um espaço no Feiraguay, importante centro comercial na cidade e onde tornou-se mais conhecido. Casado, pai de 3 filhas, o vice-presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal foi candidato a deputado federal em 2018, teve 20. 596 votos, e não se elegeu. Sua principal bandeira na Casa da Cidadania é a da saúde e desenvolvimento social. A primeira vez que se candidatou a vereador foi em 2016 quando conquistou uma cadeira na Câmara com 2.566 votos.



13. Fernando Dantas Torres (PSD) - 3.179 votos. O empresário e ex-deputado estadual e federal Fernando Torres, 52 anos, ocupa uma cadeira na Câmara de Vereadores de Feira de Santana em 2021 após, 17 anos, e já assume como presidente da Câmara, cargo que concorreu em chapa única, após desistência à reeleição do presidente anterior Zé Carneiro, que faz parte de seu mesmo grupo. Natural de Feira de Santana, Fernando Torres, 52 anos, tem ensino médio completo e atua como empresário nos setores de construção civil e postos de combustíveis, presidindo o Grupo Piraí, em Feira de Santana. Foi membro do Sindicato dos Combustíveis de Salvador, em 2000 filiou-se ao Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB), tendo concorrido ao cargo de vereador de Feira de Santana nas eleições municipais de 2000. Foi eleito ao receber 3.643 votos, tendo liderado seu partido durante o mandato. Com o fim do mandato no legislativo de Feira de Santana, em 2004, deixou também seu partido, tendo trocado de sigla em seguida, quando ingressou nos quadros do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), do qual assumiu a presidência do diretório municipal. Também por este partido, pleiteou uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) nas eleições de 2006, obtendo êxito com meio uma votação de 29.476, que o levou a ser empossado no início do ano seguinte. No mandato em referência, foi membro das comissões de Defesa do Consumidores e de Defesa da Mulher e também da de Direitos Humanos e Segurança Pública, da qual foi presidente. Neste período, mudou novamente de legenda, tendo deixado o PRTB para ingressar no partido do Democratas (DEM), oriundo da refundação do PFL. Pelo DEM, foi candidato ao Legislativo Federal nas eleições de Outubro de 2010. Recebeu, na ocasião do pleito, 79.204 votos, e com isso, assumiu a condição de titular na Câmara dos Deputados para a legislatura que se iniciava em Fevereiro seguinte. Logo no início do mandato, no entanto, deixou o DEM para participar da fundação de um novo partido, denominado Partido Social Democrático (PSD). Casou-se e teve três filhos.
 

 

14. Ronaldo Almeida Caribé - Ron do Povo (MDB) - 3.083 votos - Nascido em Feira de Santana, Ron do Povo tem 34 anos, tem ensino médio completo, é casado e pai de um menino. Está exercendo seu segundo mandato como vereador. Foi eleito pela primeira vez em 2016 com 2.262 votos e filiado ao PTC. Em seguida, migrou para o MDB. Trabalhador autônomo, Ron vendia lanches em frente a uma faculdade da cidade e no conjunto Alvorada, e também foi mototaxista.

 

 

15. Emerson Costa dos Santos - Emerson Minho (DC) - 2.704 votos. Policial Civil, filho de professora e de motorista de ex-prefeitos de Feira de Santana, Emerson falava em ser político desde criança quando acompanhava o pai em idas a Salvador para buscar no aeroporto o ex-prefeito José Ronaldo. Aprovado em três concursos públicos, sendo dois para professor e um para perito da Polícia Civil, Emerson deu aulas em Terra Nova e trabalhou há 15 anos no SAC II (rodoviária), sendo nove como coordenador do Serviço de Emissão e Identidade. Casado com uma policial militar e professora, Emerson tem 48 anos de idade, é formado pela Universidade do Estado da Bahia (Uneb), estagiou na Odebrecht em Salvador e tinha uma barraca de lanche e uma locadora de videogame no bairro Queimadinha. Candidatou-se a vereador e assume em 2021 seu primeiro mandato, representando as classes de professores e policiais civis.

 

16. Josse Paulo Pereira Barbosa – Paulão do Caldeirão (PSC) - 2.466 votos. Radialista, apresentador do Caldeirão do Paulão, elegeu-se vereador de Feira de Santana pela primeira vez e pretende realizar projetos de lei que ajudem a amenizar a situação do desemprego na cidade. Como profissional de imprensa, ele afirmou que os jornais de Feira de Santana estarão bem representados na Câmara Municipal. Paulão tem 56 anos, nasceu no distrito de Jaguara e tem ensino médio completo.

 

 

17. Valdemir da Silva Santos - Pastor Valdemir Santos (PV) - 1.898 votos. Natural de São José do Jacuípe (BA), mas atuante em Feira de Santana há mais de 25 anos, Pastor Valdemir assume pela primeira vez uma vaga na Câmara Municipal. Realiza trabalhos sociais em diversos bairros e defende a bandeira da família. Ele é casado, tem 45 anos e ensino médio completo.

 

 

18. Flávio Arruda Morais - Galeguinho (PSB) - 1.783 votos - Empresário e músico, Galeguinho SPA está em seu primeiro mandato e assumiu o compromisso de lutar pela classe artística da cidade. Nascido no dia 28 de novembro de 1986, em Feira de Santana, Galeguinho é o mais jovem vereador desta legislatura e decidiu doar seu salário de vereador (R$ 18.991 mil) para instituições filantrópicas da cidade. Muito antes de iniciar a vida política, Galeguinho já ajudava diversas famílias e instituições por meio de seus projetos sociais e colaborações avulsas. Associação de Apoio à Pessoa com Câncer (AAPC), Associação Feirense de Assistência Social (Afas) e Casa de Amparo são algumas das instituições que recebem ajuda do jovem vereador, que é casado, tem ensino médio completo e idealizou os projetos sociais Sopão Solidário e Natal do Bem.

 

19. Pedro Cícero Marcênio Silva (CIDADANIA) - 1.781 votos - Agente administrativo, natural de Riachão do Jacuípe, Pedro Cícero está em seu primeiro mandato. Candidatou-se a vereador na eleição de 2016 mas não se elegeu, tentou novamente em 2020 e agora ocupa uma vaga na Casa da Cidadania. Ele tem 41 anos, é casado, tem ensino médio incompleto e reside em Feira de Santana há 24 anos. Como vereador pretende fiscalizar o Poder Executivo, além de representar a população.
 


20. Jurandy da Cruz Carvalho (PL) - 1.775 votos - Trabalhador rural, de 41 anos, natural do distrito Governador João Durval (Ipuaçu) em Feira de Santana, Jurandy Carvalho assume seu primeiro mandato como vereador e vai representar a zona rural. Tem Ensino Médio completo e foi coordenador da Associação dos Produtores de Agricultura Familiar e Economia Solidária.

 

21. José da Costa Correia Filho - Correia Zezito (PATRIOTA) - 1.473 votos é policial militar e tem o Ensino Fundamental Completo. Iniciou sua atividade política em 1996, como liderança comunitária no bairro Rua Nova. Em 2008 foi candidato a vereador pela primeira vez, obtendo 939 votos. Nos anos seguintes intensificou seu trabalho junto a população, e em 2012 colocou seu nome novamente para apreciação popular, quando obteve desta vez 2.236 votos. Em 2016 conseguiu crescer sua votação em mais de 35%, obtendo 3.033 votos, entretanto por conta do coeficiente eleitoral não conseguiu se eleger. Em 2020 mais uma vez colocou seu nome à disposição do eleitorado feirense e volta a ocupar uma das 21 vagas da Câmara Municipal.

Postar um comentário

0 Comentários