Portugal fecha escolas e universidade após recorde diário de mortes por Covid-19

 

Bonde em rua de Lisboa durante pandemia de Covid-19 em Portugal. Foto: Rafael Marchante/Reuters (31.out.2020)


Em situação de lockdown desde a última quinta-feira (14), Portugal endureceu ainda mais as restrições de circulação social após o país bater, pelo 4º dia consecutivo, o recorde de mortes diárias pela Covid-19. Nesta quarta-feira (20), foram registradas 221 mortes em Portugal por causa do novo coronavírus.

O aumento de casos e mortes fez com que o país determinasse o fechamento de todas as escolas e universidades por 15 dias. Além disso, tribunais suspenderam casos não urgentes e igrejas pararam de promover as missas públicas.

A segunda onda da Covid-19 em Portugal está sendo mais intensa do que a primeira, e, segundo o primeiro-ministro do país, António Costa, o surto atual é o pior desde o início da pandemia. 

Especialistas atribuem o aumento de casos à nova cepa do coronavírus, identificada inicialmente na Inglaterra e considerada mais transmissível do que as outras.

Portugal atualmente tem a maior média de novos casos do mundo, 1.044 para cada milhão de habitantes.


Fonte: CNN Brasil

Postar um comentário

0 Comentários