Estudo técnico viabilizará tarifas iguais e integração dos transportes públicos urbano e rural

 


Um estudo de viabilidade para implantação de bilhete único e aprimoramento do Programa Passe Livre do sistema de transporte público de Feira de Santana foi solicitado pelo Governo Municipal a fim de resultar em benefício para a população. 

O grupo de trabalho, composto por técnicos das secretarias da Fazenda (SEFAZ) e de Governo (SEGOV), sob a coordenação da pasta de Transportes e Trânsito (SMTT), estudará, nos próximos 90 dias - prazo estabelecido pelo decreto 11.976/21 - uma proposta para ampliar o modelo de bilhetagem eletrônica e otimizar a integração de modais (ônibus, vans e micro-ônibus) do sistema de transporte público.

“Após as adequações, poderemos ter a mesma tarifa para clientes da zona rural, tanto no transporte alternativo e complementar quanto no urbano, por meio do uso da bilhetagem eletrônica com cartão”, explica o gestor da SMTT, Saulo Figueiredo.

Além de mais agilidade nas viagens e a redução do número de assaltos por não ser necessário o pagamento em dinheiro, o cartão eletrônico vai garantir ao passageiro usufruir do pacote de benefícios da Prefeitura de Feira, como meia passagem aos domingos e feriados, integração temporal (até 1 hora) no embarque e desembarque em mais de um ônibus, e a integração física (de passageiros) em terminais de transbordo.


Postar um comentário

0 Comentários