Colbert diz que depende de autorização do Estado para aulas

 

Colbert lembra que na rede privada o ensino andou, mas foi paralisado na escola pública

Depende de autorização do Governo do Estado, através do seu Conselho de Educação, o retorno das aulas na rede municipal de ensino em Feira de Santana, afirmou na sexta (1) o prefeito Colbert Martins Filho (MDB), durante discurso na sessão solene da Câmara em que ele, o vice-prefeito Fernando de Fabinho (DEM) e os vereadores foram empossados, para o mandato de 2021 a 2024.

 

"O Estado tem um decreto que proíbe o reinício até o princípio deste ano. Assim que permitam, retomaremos às nossas aulas presenciais. Temos computadores e demais recursos", disse ele. Em seguida, sinalizou com a necessidade de uma pesquisa, que será feita pela Prefeitura, com pais e mães de alunos, para saber se eles querem que os filhos frequentem as escolas enquanto não há uma vacina para a Covid-19.

 

Colbert lembra que na rede privada o ensino andou, mas foi paralisado na escola pública. "Está na hora de voltar para que as crianças não tenham lapso tão grande e sofram um atraso ainda maior no que precisam aprender".

 

PREFEITO PASSOU 16 ANOS NO LEGISLATIVO

 

Sobre o seu relacionamento com a nova formação da Câmara, o prefeito diz estar otimista. Ele passou 16 anos como deputado estadual por um mandato e federal em três. "Pelo conhecimento que tenho da função, respeito e reconheço como extremamente forte e importante para a democracia, bem como para o desenvolvimento da cidade". Entende que os poderes Executivo e Legislativo são "superiores a qualquer palanque para o bem estar econômico e social de uma comunidade". 


Fonte: Jornalfolhadoestado

Postar um comentário

0 Comentários