Acusado de participar da morte de policial em Feira morre em confronto com a polícia

 

Foto: Divulgação/ SSP | Kevin dos Santos de Souza, de apenas 20 anos, morreu em confronto com a PM

Um dos acusados de participar do assassinato do policial militar de Pernambuco Washington Luiz Lima Silva, de 41 anos, morreu na última quinta-feira (28) em confronto com policiais militares na cidade de Maragogipe. A informação circulava nas redes sociais, mas ainda não havia sido confirmada pela polícia.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o coordenador de Polícia Civil da 1ª Coorpin do interior, Roberto Leal, confirmou que Kevin dos Santos de Souza, de apenas 20 anos, teria sido um dos participantes do homicídio ocorrido no dia 9 de janeiro, em uma casa de eventos da vítima, localizada no bairro SIM.

Imagens de câmeras de segurança do estabelecimento mostraram quando três homens armados invadiram a casa de eventos e anunciaram o assalto. Após pegarem os pertences da vítima, o identificaram como policial e deflagraram tiros a queima roupa. Washington morreu no local, antes mesmo que alguém pudesse socorrê-lo.

“Ele era um dos apontados como participante desse crime bárbaro. Ele foi identificado, inclusive, há testemunhas que confirmam o reconhecimento dele e a participação dele no crime. As informações apontam que ele estava homiziado na casa de parentes em Maragogipe, e depois essa informação foi repassada para a polícia. Foi feito um cerco para realizar a prisão, pois contra ele já havia dois mandados de prisão, só que ele acabou reagindo e veio a óbito no confronto com os policiais”, relatou o coordenador de Polícia.

De acordo com Roberto Leal, os demais suspeitos continuam foragidos e a polícia ainda trabalha para identificá-los, a fim de solicitar a prisão preventiva deles. O delegado informou ainda que Kevin era de Salvador e tinha envolvimento com o tráfico de drogas e homicídios na capital. Ele veio a Feira em fuga por estar sendo perseguido por traficantes rivais.

“Ele era envolvido com o tráfico de drogas, não apenas em Feira de Santana, mas também em Salvador, na região da liberdade e da Engomadeira, e tinha envolvimento ainda com o tráfico na região de Maragogipe. Ele se envolveu em homicídios em Salvador, foi caçado pelos traficantes de lá e veio para Feira de Santana. Se aliou aqui com alguns traficantes da cidade e estava tanto envolvido com o tráfico como também na prática de assaltos e homicídios. Era um indivíduo extremamente perigoso, altamente envolvido com o tráfico de entorpecentes e tinha um histórico de violência muito grande de homicídios que foram registrados em Feira de Santana, Salvador e Maragogipe”, afirmou Roberto Leal.

No dia 14 de janeiro, a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP) divulgou que outro suspeito da morte do policial, identificado como Tieverte Vinicius de Souza, 19 anos, havia morrido no Hospital Clériston Andrade (HGCA) após entrar em confronto com policiais militares da Rondesp Leste, no bairro Aeroporto, em Feira. No entanto, a informação de que o jovem era um dos participantes foi negada dias depois pela Polícia Civil de Feira de Santana.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários