Motorista do veículo envolvido em acidente que matou o ciclista na Avenida Getúlio Vargas se apresenta à polícia

 

Foto: Arquivo pessoal | Aurelino estava a caminho do trabalho quando foi atropelado

O motorista do veículo envolvido no acidente que aconteceu na manhã de domingo (6) na Avenida Getúlio Vargas em Feira de Santana, e que vitimou o ciclista Aurelino Fernandes Barbosa Filho, de 50 anos, se apresentou à polícia na tarde desta quarta-feira (9) acompanhado de um advogado.

Em entrevista ao Acorda Cidade, o advogado Eduardo Bittencourt explicou que o condutor alegou que estava trafegando pela Avenida Getúlio Vargas quando foi surpreendido por uma manobra do ciclista, não dando tempo de desviar da vítima.

"Ele informou o que está descrito nas imagens que estão circulando nos grupos de WhatsApp. Ele estava vindo da casa da namorada e indo para a própria residência pois iria viajar naquele dia, no momento de subida do viaduto, o ciclista lamentavelmente fez uma curva a esquerda onde ele não teve como parar. Inicialmente meu cliente afirmou que viu o ciclista também subindo o viaduto no mesmo sentido, mas depois fez a conversão a esquerda", destacou.

Ainda segundo o advogado, o condutor teve conhecimento da morte do ciclista na segunda-feira (7) quando foi noticiado pela imprensa.

Advogado Eduardo Bittencourt  | Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

"Infelizmente foi uma fatalidade, ele não está se sentindo muito bem, não consegue dormir e só ficou sabendo da morte do ciclista na segunda-feira depois do acidente. Após o esclarecimento aqui na delegacia, ele responderá o processo ou inquérito em liberdade", finalizou.

Um inquérito policial foi instalado para que seja apurado a morte do ciclista Aurelino Fernandes. De acordo com o Delegado João Rodrigo Uzzum, adjunto da 1ª Delegacia Territorial, o depoimento do condutor foi bem detalhado, levando importantes elementos para o processo de investigação.

"Ele afirmou que estava se deslocando por volta de 6 horas da manhã quando foi subir o viaduto, acabou colhendo o ciclista. Ele não parou para dar o devido socorro e foi para a casa de um parente ficando nessa residência por 24 horas e posteriormente colocou o carro em uma oficina para consertar os danos. Nossa equipe já fez a apreensão desse veículo para que possamos fazer a perícia e vamos analisar os outros elementos", afirmou.

Segundo o delegado, a equipe também vai investigar se existia a possibilidade de ter acionado os freios do veículo, pois através das imagens é identificado que não houve desvio.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

"Pelas imagens a gente percebe o veículo em linha reta e não houve desvio, vamos analisar se tinha a possibilidade de acionar os freios para que fosse evitado a colisão. Vamos realizar a perícia no veículo e estamos tomando todas as providências, a equipe de investigação da 1ª delegacia vai procurar diligenciar no sentido de localizar testemunhas e aproveito e peço a população, que quem tenha visualizado o momento do acidente, nos procure pois é muito importante", finalizou.


Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários