Companhias Independentes da Polícia Militar terão sedes próprias; estado gasta mais de 200 mil com aluguéis

 


Três das quatro Companhias Independentes da Polícia Militar (CIPMs) de Feira de Santana terão sede própria a partir de janeiro, sendo que a quarta será contemplada posteriormente. O valor anual dos aluguéis de três imóveis corresponde a um gasto anual de R$ 275.635,00 ao Governo do Estado. Apenas uma companhia não paga aluguel, uma vez que ocupa um imóvel de outro órgão público.

O Coronel Luziel Andrade, comandante do Policiamento Regional Leste (CPRL), informou que com a economia gerada será possível aplicar o valor em operações de segurança pública. O coronel destaca também que a saída das companhias de seus atuais endereços não significa que os bairros onde estavam as sedes serão prejudicadas com a mudança.

Foto: Ed Santos/Acorda Cidade (Arquivo)
 

“Para você ter uma ideia, o gasto que nós tínhamos com a Micareta, que economizamos com a redução de policiais - por meio daquela passarela que permitiu fazer essa redução - conseguimos fazer operação paga aos policiais durante todo o ano. Nós contemplamos as nossas guarnições com operações extraordinárias. E esse valor de 200 quase 300 mil reais, pode ser também convertido de outra forma, e foi o que nós fizemos. Nós buscamos prédios próprios, dentro da área de cada companhia. O CPRL Leste é o único que tem uma sede na Maria Quitéria que atende toda a cidade, toda a região com 99 municípios, ou seja, essa sede podia ser em cada cidade, podia ser em qualquer outro lugar, não importa. O que importa é o trabalho desenvolvido. É a cabeça, o cérebro, é onde funciona, e tem que funcionar”, explicou o coronel.

A nova sede da 66ª CIPM, atualmente localizada no bairro SIM, será transferida para um prédio próprio no Derba, bairro Campo Limpo, a da 67, sairá da Avenida João Durval e irá para o bairro Tomba, e a sede da 65ª, que funciona no bairro Baraúnas, passará a ser no bairro Santa Mônica.

Ainda sobre as mudanças de endereços, o comandante do CPRL informou ao Acorda Cidade que o bairro SIM, perderá a sede da 66ª CIPM, mas ganhará um pelotão da companhia.

“Não vamos deixar o SIM descoberto. Nós temos um planejamento de colocar no SIM um pelotão da 66, como temos também de colocar em outros bairros que hoje não tem ainda o pelotão. No entanto, o primeiro passo é a gente economizar onde estamos gastando. A área da 66 não é só o SIM. Só na 66 o gasto com aluguel no ano dá quase 70 mil reais, e estamos fazendo essa mudança para um prédio próprio, vamos deixar de pagar aluguel”, justificou o comandante.

A previsão é que as novas sedes sejam inauguradas em janeiro. Apenas a 64ª CIPM não será contemplada logo no início do ano com uma sede própria, mas o coronel informou ao Acorda Cidade que pretende transferir para um local próprio até o final do primeiro semestre.

“O prédio da 65 não é próprio por que foi um acerto com a Justiça do Trabalho, que nos cedeu uma casa para a utilização durante três anos, sem pagar aluguel e nesses três anos cabia a quem estivesse lá providenciar um local próprio. A 65 hoje está localizada dentro da área da 66 e isso está errado. A 67 também está indo para uma sede própria. Ela cuida dos distritos e está indo para uma área mais afastada da cidade. Será ali no Tomba, mas é sede própria, não vamos pagar aluguel também. Já temos alguns pelotões da companhia instalados em alguns locais aqui em Feira de Santana, e o objetivo agora com a sede própria é colocarmos um tenente por área, e aí poderemos fazer aquele tão desejado Conselho Comunitário nos bairros de Feira de Santana.”

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários