Vereador mais votado da história de Feira, Jhonatas Monteiro diz que vitória é resultado de expectativa de mudança

 


Acorda Cidade - Com 8.278 votos, Jhonatas Monteiro (Psol) é o vereador mais votado da história da Câmara Municipal de Feira de Santana, superando, inclusive, o saudoso vereador Reinaldo Miranda (o Ronny), que em 2016 conquistou 8.213 votos. E o sentimento diante da conquista, segundo ele, é principalmente de responsabilidade.

O Rasta, como é conhecido, diz que o resultado expressivo significa, principalmente, uma expectativa de que a política no espaço da Câmara municipal de Feira de Santana não continue do mesmo modo que nos últimos anos.

“Costumo dizer que a Câmara Municipal, ao longo dos últimos anos, conseguiu piorar. E não é simplesmente porque tenho divergência das figuras, dos partidos que lá estão, mas, sobretudo, pelo fato de que a Câmara passou a ser um espaço de costas para a realidade que afeta a maioria da população feirense e sua diversidade. Os grandes temas, que deveriam ser presentes, alvo do trabalho legislativo, a questão da saúde pública do município, do transporte alternativo, da ausência de creches, a violência... tudo isso ou não aparece ou, quando aparece, é alvo de uma discussão desqualificada”, criticou.

Jhonatas reforça que por trás da votação que teve está a expectativa de enfrentamento a essas questões, com uma representatividade “verdadeiramente popular”, com defesa de um que coloque o povo no centro da preocupação do que é discutido e decidido na Casa. Além disso, quer fazer um enfrentamento “desse cenário político mais nacional” encontra aliados locais e que “têm produzido um projeto de destruição do país, a partir do governo Bolsonaro”. “Mesmo que não haja reivindicação, as vezes, do nome do atual presidente, as práticas são muito semelhantes, as formas de discriminação e ação violenta. Então, enfrentar isso é o que na verdade tem a ver com a responsabilidade dessa votação”, frisou.

Postar um comentário

0 Comentários