Entregadores de apps lamentam morte de colega e protestam contra falta de segurança

 


Enlutados com a morte do entregador Lucas dos Santos Bonfim, de 21 anos, que estava desaparecido desde a noite de sexta-feira (20), trabalhadores da categoria realizaram uma manifestação na tarde de domingo (22) em Feira de Santana. Eles fizeram um buzinaço nas Avenidas Presidente Dutra e Maria Quitéria em protesto contra a falta de segurança, pediram justiça pela morte do colega e melhores condições de trabalho.

Além de Lucas, também foi assassinado durante o trabalho neste ano, José Robson Barbosa Santos, 19 anos. Segundo a polícia, ele foi torturado e morto no Residencial Aeroporto, no bairro Santo Antônio dos Prazeres, em setembro. Os autores  deste crime ainda não foram presos, no entanto, três adolescentes suspeitos de matar Lucas foram apreendidos, ontem (22),  no bairro Santa Mônica, por policiais militares da 66ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

Segundo a ocorrência policial, dois dos três suspeitos são irmãos e confessaram a participação no crime.

O sepultamento de Lucas ocorreu na manhã desta segunda-feira (23) no cemitério Jardim das Flores. 

Postar um comentário

0 Comentários