Correr, caminhar e pedalar pode, mas use máscara adequada

 


Correr, caminhar, pedalar ao ar livre, puxar ferro na academia próximo do colega, dividir aparelhos nos espaços coletivos. As atividades física estão liberadas. Mas os praticantes não devem relaxar quanto às medidas de prevenção ao novo coronavírus. A máscara é a principal delas.

As de tecidos leves, como TNT, são indicadas pela leveza e adaptação ao rosto dos praticantes de atividades físicas. Mas nenhum dos modelos é tão eficiente quanto o distanciamento e higienização das mãos – sem estes cuidados os riscos de contaminação continuam altos.

Todos os dias, pela manhã e à tarde, as avenidas Fraga Maia, Getúlio Vargas e Presidente Dutra têm seus canteiros centrais tomados por praticantes de atividades físicas. O uso de máscara e o distanciamento são fundamentais para evitar a contaminação.

A máscara, colorida ou não, se tornou extensão do rosto. E o uso durante as atividades físicas é uma obrigação. O atleta deve observar a facilidade da respiração – que deve ser a principal característica, se mantem o rosto seco por tempo prolongado, se é confortável e se realmente protege quem a usa.

É importante que o atleta saiba manusear a sua máscara. Veículos de contágio, deve-se evitar o toque das mãos – a não ser que sejam desinfectadas, no acessório durante o exercício. É possível correr nas ruas, desde que a regras de convivências sanitárias sejam respeitadas.

Postar um comentário

0 Comentários