Abstenção: mais de 70 mil pessoas deixaram de votar em Feira de Santana

 

Em Feira de Santana neste ano o índice foi de 19,11%

Sintomas de covid-19, desmotivação, estar fora do domicílio eleitoral, desistências por conta de longas filas, dificuldade de locomoção, enfermidade, imprevistos. Vários são os motivos que fazem um eleitor deixar de ir às urnas em dia de eleição.

Em Feira de Santana, neste ano o índice foi de 19,11% o equivalente a 76.559 votos a menos.

Votos válidos: 288.272 (71.97%)
Brancos: 9.680 (2.42%)
Nulos: 25.843 (6.45%)

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Feira de Santana tem 400.549 eleitores aptos a votar neste ano e as mulheres são maioria. Elas somam 55,2% do total, o que corresponde a mais de 221 mil eleitores; enquanto os homens chegam a 44,8%, representando 179 mil. Quanto ao número de títulos cancelados, em Feira de Santana é 59.133.  

Quem faltou pode votar no 2º turno?

A resposta é sim. Em Feira de Santana haverá segundo turno para definir entre Zé Neto e Colbert Martins Filho que governará a cidade nos próximos quatro anos. No entanto, quem não foi ao local de votação no primeiro turno, embora possa votar novamente, precisará justificar a primeira falta até o dia 14 de janeiro.

Já a ausência no segundo turno é justificável até o dia 28 de janeiro. Quem perder esse prazo terá que pagar uma multa que pode variar entre R$ 1,05 e R$ 3,51 por turno perdido.

Vale ressaltar que ficar com a situação eleitoral irregular pode causar a perda de vários direitos civis, como o de tirar passaportes, se matricular em curso de nível superior, ser nomeados em concursos públicos, entre outros.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários