Covid-19: Reduz em 90 por cento monitoramento do Cerest em empresas

 


Responsável por monitorar os casos suspeitos e confirmados da Covid-19 em empresas e demais estabelecimentos comerciais, o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) apresenta uma redução em 90% da demanda.  Foram 10 empresas em setembro e apenas uma neste mês.

  

A coordenadora do órgão municipal, Verena Liberal, afirma que, desde o início da pandemia, o Cerest já acompanhou 81 empresas. “Essa medida visa assegurar a saúde do trabalhador, reduzindo as chances de contaminação. Acompanhamos, principalmente, o que diz respeito ao afastamento e isolamento social (do caso suspeito ou confirmado) recomendado pela Vigilância Epidemiológica e as condutas adotadas pela empresa”, destaca.

Além do monitoramento, o Cerest é responsável também em fiscalizar das empresas a fim de garantir que os estabelecimentos adotem as medidas preventivas. A fiscalização observa o que pode oferecer risco à saúde e acidente durante o processo de trabalho. 

São observados o distanciamento entre funcionários, higiene dos ambientes, utilização dos equipamentos de proteção individual, entre outros. A partir disso é emitida uma notificação recomendatória, caso seja necessário realizar adaptações. As empresas possuem liberdade para criar o próprio protocolo e plano de contingência. Eles serão analisados pelo Cerest.

“Em algumas empresas foram encontradas irregularidades. Todas elas receberam notificação com recomendações para adequação no que desrespeita a adoção de medidas de segurança”, pontuou Verena Liberal.

O órgão atua em conjunto com a Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, sendo possível acionar o serviço através do telefone (75) 3623-7552 ou presencialmente na sede do órgão, que está localizada na Avenida Presidente Dutra, s/n, Capuchinhos. A denúncia pode ser anônima.


Postar um comentário

0 Comentários