Cadastro para Lei Aldir Blanc termina dia 20

 


O cadastro para solicitação do auxílio financeiro emergencial, “Lei Aldir Blanc” será encerrado no dia 20. Terão direito ao benefício trabalhadores da cultura – os valores variam de R$ 2 a R$ 10 mil.

Os espaços culturais deverão comprovar que desenvolvem atividades há no mínimo dois anos – podem ser apresentados reportagens impressa ou vídeos, fotografias e outras formas de comprovação.

São considerados espaços culturais aqueles organizados e mantidos por pessoas, organizações da sociedade civil e culturais comunitárias, empresas culturais, cooperativas com finalidade cultural e instituições culturais, com ou sem fins lucrativos.

Em Feira de Santana, os cadastros estão sendo feitos na Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, nas sedes dos oito distritos – em escolas municipais, mais no MAP (Mercado de Arte Popular).

A grande maioria dos pedidos de cadastramentos feitos no MAP, disse Janaína Visitação, uma das atendentes, é apresentada com documentação incompleta.

Ela comentou que acredita que após as informações, as pessoas fazem o cadastramento via internet. “Aqui a gente da sustentação no escaneamento dos documentos, também”.

Como, por exemplo, Marilene de Jesus Pereira, líder do grupo de sambadores, radicado no povoado de Candeal II, na Matinha, que foi orientada sobre a documentação exigida.

“Pensei que apenas com o CPF poderia fazer o cadastramento”, disse Marilene de Jesus, que prometeu voltar com a documentação completa. “O recurso será usado para quitar dívidas deste período”.

Ela disse que mesmo sem atividades públicas, o grupo formado por 14 músicos e quatro sambadeiras continua ensaiando normalmente. “E isso gera custos”. Ela espera quitar com o auxílio.

O cadastramento pode ser feito clicando um banner no site oficial da Prefeitura de Feira de Santana – www.feiradesantana.ba.gov.br, onde todas as orientações podem ser vistas.


Postar um comentário

0 Comentários