Prestadores de serviços turísticos podem se inscrever no Cadastur e obter acesso a linhas de crédito

 


Pensando na preservação e retomada das atividades no ramo turístico após a pandemia, a Secretaria Municipal do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC) orienta os prestadores de serviços turísticos, como bares, restaurantes e hotelaria de Feira de Santana, a se inscrever no Cadastur - Sistema Nacional de Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos.

O cadastro pode trazer acesso a linhas de financiamento, que estão sendo disponibilizadas na Bahia pela Caixa Econômica Federal e pelo Desenbahia, sujeito a análise cadastral e políticas de cada banco. As linhas de financiamento serão disponibilizadas apenas para os estabelecimentos que estiverem qualificados no Cadastur.

Além de gratuito, pode proporcionar diversos benefícios entre incentivo à participação em programas e projetos do Governo Federal, participação em programas de qualificação promovidos pelo Ministério do Turismo, visibilidade nacional e internacional nos sites do Cadastur e do programa Viaje Legal.
Para se cadastrar basta acessar o link: cadastur.turismo.gov.br, selecionar a opção "sou prestador" e incluir os dados do responsável pela empresa. É necessário também fazer a validação "não sou um robô", cadastrar login e senha e preencher o formulário virtual. Ao concluir, um certificado digital será encaminhado ao email disponibilizado.

"O Cadastur oferece linha de crédito, com juros mais acessíveis, para todo o trade turístico que foi prejudicado pelo atual momento. Para retomada das atividades, precisam de capital e terão direito às linhas de financiamento apenas os que têm o Cadastur e estão dentro dos padrões de qualidade do Ministério do Turismo", explica a diretora do Departamento de Turismo, Graça Cordeiro. 

TURISMO RESPONSÁVEL

Além destes benefícios, a empresa também poderá receber o selo de Turismo Responsável, que pode ser emitido online, e prevê o compromisso do estabelecimento em cumprir as determinações de boas práticas listadas pelo Ministério do Turismo, sendo um diferencial para atrair clientes. Essa é a primeira etapa do plano de retomada do Turismo brasileiro. 

"Os clientes estão cada vez mais exigentes e neste momento de pandemia, as pessoas irão escolher os ambientes que possuem o selo do Turismo Responsável, pois seguem os protocolos do Ministério da Saúde quanto a higienização do ambiente para reduzir os riscos de contaminação da Covid-19 e também os parâmetros de segurança alimentar", afirma Graça Cordeiro. 

Ainda segundo ela, não há prazo para realizar o registro e as pessoas que tiverem dúvidas podem comparecer ao Departamento de Turismo, localizado no Mercado de Arte Popular ou manter contato através do número: (75) 3623-6977.

Postar um comentário

0 Comentários