Obra do novo Complexo da Educação está em fase avançada

 


A obra do Centro Interprofissional de Atendimento Educacional, InterEduc, órgão ligado à Secretaria Municipal de Educação, que passará a funcionar no novo Complexo Educacional de Feira de Santana, está em fase avançada. O projeto cumpre outra função social para o município: a de garantir uma destinação ao antigo Feira Tenis Clube, o velho FTC.

Na quinta-feira, 10, os secretários Justiniano França, de Educação, e Carlos Brito, do Planejamento, visitaram o prédio, acompanhados da equipe técnica.

Em sua nova sede, o InterEduc – que foi fundado no ano de 2015 e desde então oferece atendimento psicopedagógico especializado a estudantes com vários tipos de deficiências e dificuldades de aprendizagem – contará com novos espaços, modernos e adequados para a realização de atividades que facilitam a aprendizagem das pessoas com deficiência ou que apresentem algum tipo de dificuldade para aprender.

Atualmente, o Centro atende a 140 estudantes, mas o funcionamento está suspenso por conta da pandemia. Algumas atividades remotas estão sendo oferecidas pelos profissionais lotados no InterEduc – num turno, eles frequentam as escolas municipais, no outro, são acompanhados pelos professores especializados.

Dentre os espaços que o novo InterEduc ganhará estão sala de música, sala de artes, brinquedoteca, sala sensorial, salas de atendimento psicológico e psicopedagógico, espaço para fonoaudiologia, salas para atender aos deficientes visuais e para digitação em braile, auditório, cozinha, vestiários e uma quadra poliesportiva para atividades que envolvam os estudantes com deficiência.

Também está sendo construído no local o Centro de Pesquisa da História de Feira de Santana, com o objetivo de reunir no mesmo espaço obras de autores feirenses ou escritas sobre o município.
No futuro, será também construída na mesma área a nova sede da Secretaria Municipal de Educação e um Centro de Formação para os professores da Rede Municipal.

Arquitetura preservada
A arquitetura do antigo Feira Tênis Clube será preservada. “Todo o muro do velho FTC será reconstruído da mesma forma como era no passado”, observa o secretário Carlos Brito.

Com extensão de 12 mil m2, toda a área onde está situado o antigo clube – no passado, palco de festas que marcaram a juventude de milhares de feirenses – foi declarada espaço de utilidade pública, com o objetivo de preservar o importante patrimônio da cidade. O investimento nesta primeira parte do projeto é de R$ 7,6 milhões.



Postar um comentário

0 Comentários