Memorial da Feira traz a biografia da feminista feirense Edith Mendes

 


A primeira mulher a ingressar na Academia de Letras da Bahia era de Feira de Santana. Trata-se de Edith Mendes da Gama e Abreu, que foi também uma das pioneiras do feminismo na Bahia e no Brasil. Edith Mendes nasceu em Feira de Santana no ano de 1903, e era filha do Coronel João Mendes da Costa, que foi prefeito da cidade entre os anos de 1930 e 1933.

Depois de estudar no Colégio Nossa Senhora de Lourdes (hoje Colégio Padre Ovídio), Edith Mendes foi concluir os estudos em Salvador, onde se formou em Magistério pelo Educandário Sagrado Coração de Jesus e tomou cursos de Canto, Inglês, Filosofia, Literatura Geral, Literatura Luso-Brasileira e Literatura Francesa. 

A partir daí, ela iniciou uma brilhante carreira como educadora, tendo sido, entre outras coisas, inspetora de Educação do Ensino Secundário do Ministério da Educação e Cultura; fundadora e professora da Faculdade de Filosofia da Bahia; membro do Conselho de Educação e Cultura; delegada do Governo da Bahia e conferencista no I Congresso de Ensino Regional; e presidente do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, tendo representado essa entidade no I Congresso Brasileiro de História, em Brasília. 

Edith Mendes também foi uma das mais destacadas feministas do Brasil. Fundou, em 1931, a Federação Baiana pelo Progresso Feminino, e foi delegada do governo da Bahia na I Convenção Feminista Nacional, em Salvador, e no II Congresso Internacional Feminista, no Rio de Janeiro, em 1931. 

A educadora e feminista feirense também se destacou como articulista e escritora, tendo sido autora de mais de duzentas conferências e vários livros de ensaios, ficção e reflexões, entre eles Ruy e Deus, O que a vida me tem dito, A Cigana e Problemas do Coração. 

Em 1938, tomou posse na Academia de Letras da Bahia, que, por causa dela, alterou o Estatuto, pois antes só permitia a participação de homens. (Veja, acima, foto da posse).

A vida da educadora e feminista feirense é contada pela escritora e pesquisadora Lélia Fernandes, em vídeo que está sendo exibido no Memorial da Feira, portal mantido na internet pela Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Comunicação Social.


O portal pode ser visto no endereço www.memorialdafeira.ba.gov.br.

Postar um comentário

0 Comentários