Bêbado e sem habilitação, motorista quase atropela PRF e é preso na BR-324

 


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na noite deste sábado (05) em Capim Grosso (BA) um homem de 18 anos que, sob efeito de bebidas alcoólicas e sem carteira de habilitação, quase atropelou um policial rodoviário federal e ainda tentou fugir da abordagem.

Por volta das 20h15, equipe realizava fiscalização na rodovia, quando um dos PRFs avistou um veículo FIAT/Punto vindo em sua direção. Para não ser atropelado, o policial teve que correr para o acostamento.

Foi dada ordem de parada, porém o condutor desobedeceu o comando e empreendeu fuga pela rodovia, colocando em risco a segurança de todos. Teve início um acompanhamento tático e logo em seguida os agentes conseguiram interceptar o carro.

Durante a abordagem, os policiais identificaram no condutor sinais de que havia ingerido bebida alcoólica, como dificuldade no equilíbrio, olhos vermelhos, forte odor de álcool no hálito, conversa desconexa. Foi lavrado um laudo de constatação de embriaguez.

Os policiais também constataram que o condutor não era apto para dirigir veículo automotor, pois não possuía Carteira Nacional de Habilitação. Com isso, o sujeito foi preso em fragrante pelos crimes, em tese, de embriaguez na direção e dirigir veículo automotor sem possuir CNH, gerando perigo de dano (art. artigo 306 e 309, da Lei nº 9.503/97 – CTB).

Questionado, o rapaz relatou que ‘jogou’ o carro para a outra faixa, pois pensou ter visto um buraco na pista. Sobre a fuga, ele disse que imaginou que, por causa do acionamento das sirenes e giroflex, fosse uma ambulância querendo passagem.

Ele estava acompanhado de dois adolescentes que foram entregues no Conselho Tutelar local.

A PRF alerta que manterá fiscalização rigorosa durante a Operação Independência para combater as possíveis irregularidades no trânsito como ultrapassagens proibidas e a embriaguez ao volante, infrações tidas como causadoras de acidentes graves e muitas vezes fatais. Fiscalizações específicas em veículos de carga e motocicletas, também estão entre os focos das equipes da PRF.

Qualquer usuário que presenciar situação de risco ou imprudência nas rodovias federais pode acionar a PRF através do telefone de emergência 191.



Postar um comentário

0 Comentários