Secretaria do Meio Ambiente está em alerta para o aumento de cascavéis em Ipuaçu

 


O aparecimento de cobras cascavéis no distrito João Durval Carneiro (Ipuaçu) deixou em alerta as autoridades ambientais, devido o perigo que correm os moradores e animais da região. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) chama a atenção e diz como proceder.

Segundo o chefe do Departamento de Educação Ambiental, João Dias, o aumento no número de cascavéis se dá por conta do desequilíbrio ambiental. Ele atribui à morte de predadores naturais da cobra. “As pessoas devem parar de matar animais. É isso que está causando esse transtorno”, afirma.

No distrito existem diversos animais que são predadores de cascavéis, a exemplo do teiú, furão, serpente papa-pinto, seriema, gavião carcará, além da coruja branca – mais conhecida como rasga mortalha – que está praticamente extinta na localidade.

João Dias ainda afirma que, mesmo representando perigo, as pessoas não devem matar as cascavéis – são cobras cujo veneno é letal. “Percebemos também que existe uma aplicação muito grande de veneno na zona rural”, acrescenta informando que o órgão municipal vai realizar um trabalho educativo na localidade, após a pandemia.


Postar um comentário

0 Comentários