Estudo vai apresentar soluções para alagamentos de ruas



A ordem de serviço para que a Fundação Escola Politécnica da UFBA inicie os levantamentos técnicos para a elaboração do Plano Diretor de Drenagem e Manejo das Águas Pluviais Urbanas de Feira de Santana deverá ser assinado nos próximos dias, pelo prefeito Colbert Filho.

Complexo, o estudo vai apresentar, entre muitas outras, soluções para os problemas de alagamentos de ruas, bem como aqueles que afetam as três bacias hidrográficas do município – Pojuca, Jacuípe e Subaé. A sociedade será ouvida, em audiências públicas, para a sua elaboração.

A participação da sociedade civil organizada é importante porque os técnicos dedicarão atenção especial às análises das propostas apresentadas pelos cidadãos, conhecedores das realidades locais.

O secretário de Planejamento, Carlos Brito, definiu o Plano como marco importante para a cidade, que vai permitir um maior conhecimento sobre este setor.

“Este será um instrumento básico de desenvolvimento sustentável focado na tomada de decisões sobre a adoção de infraestrutura para o manejo das águas das chuvas”, afirmou. “O que se busca é preparar a cidade para o futuro. E vamos conseguir”, pontuou Brito.

Contratada pelo Governo do Estado, a Escola Politécnica elaborou o Plano Diretor de Abastecimento de Águas e Esgotamento Sanitário de Feira de Santana. O Plano de Manejo de Águas Pluviais terá custo de 2,7 milhões de reais, valor que vai ser custeado pela Prefeitura.

O prazo para a conclusão dos estudos pode chegar a um ano. Para virar lei, deverá ser analisado e aprovado na Câmara Municipal.

Postar um comentário

0 Comentários