Negociação entre prefeitura e sindicato para abertura de bares e restaurantes está adiantada



A negociação entre a prefeitura de Feira de Santana e o sindicato dos Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares segue um ritmo acelerado, segundo informou ao Acorda Cidade o Presidente do Sindicato Getúlio Andrade. Segundo ele, os proprietários estão aguardando ansiosamente a sinalização do prefeito Colbert Martins para um novo diálogo.

“Estamos numa fase bastante adiantada de conversas e negociações, porque o prefeito já sinalizou e tornou público essa disposição de reabrir esses estabelecimentos do nosso segmento. Tem dois pontos do protocolo que nós apresentamos, que o prefeito disse que é outra conversa, porque ele tem algumas preocupações e estamos aguardando essa sinalização para sentar e construirmos juntos esse documento final e o sindicato vai ter que assinar um compromisso em relação ao repasse dessas informações aos seus associados. As empresas estão com uma ansiedade muito grande. Estamos no aguardo dessa sinalização da agenda do prefeito para construirmos juntos este documento que vai nos permitir retomar as atividades com segurança e perseverando a vida de todos os envolvidos”, afirmou.

Em resposta, o prefeito Colbert disse que o secretário Antônio Carlos Borges Jr. fez contatos nesta semana com o segmento, não apenas com as pessoas representantes do sindicato, mas como vários proprietários de restaurantes e bares. Ele informou ainda que ontem pela manhã já houve uma nova conversa, onde foram debatidas circunstâncias como horários de abertura e funcionamento.

“Isso tudo está sendo reconversado hoje para ter um acordo máximo com todo mundo para que a gente dê andamento. Na questão dos restaurantes, há uma tranquilidade muito grande, pelo respeito e pelos proprietários serem absolutamente todos muito profissionais. Nas questões dos bares menores e do pessoal dos bairros seria nossa maior dificuldade. Nesse momento é importante dar um passo adiante para tentar solucionar essa questão”, declarou.

Entre os pontos exigidos pela prefeitura para a reabertura de bares e restaurantes está a separação entre as mesas e as pessoas. Além disso, estão sendo debatidos os horários de abertura e de fechamento e a questão do self service. De acordo com o prefeito, são ajustes com as propostas feitas pelos próprios proprietários.

Reabertura das academias

Com relação a reabertura de academias, Colbert Martins Filho informou que é preciso entender que terá a mesma linha dos outros setores, sempre analisando o desenvolvimento da covid-19 na cidade e quantidade de leitos de UTI disponíveis.

“Já conversamos, já avançamos em várias áreas e queremos avançar em todos os setores. O cuidado é mostrar que ainda continua alta a quantidade de pessoas internadas e das pessoas que estão sendo casos graves. O cuidado que vamos ter cada vez maior, é entender que é preciso que essa segurança se mantenha e, caso contrário, seremos obrigados a ter uma nova fase de fechamento, pois o objetivo é mostrar que temos uma quantidade de leitos suficientes para casos de internamento. É importante entender que não queremos que ninguém se interne. A abertura não significa uma corrida aos estabelecimentos, mas significa uma volta gradual dessas atividades” frisou, acrescentando que se houver riscos a saúde da população e se for necessário, pode haver um novo fechamento de serviços em Feira de Santana.

Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários