Atraso no sistema faz Bahia registrar 6.4 mil novos casos



Em virtude dessa falha no sistema ministerial, hoje foram registrados 6.401 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +5,0%), 52 óbitos (+1,8%) e 4.042 recuperados (+3,6%). Dos 133.245 casos confirmados desde o início da pandemia, 116.246 já são considerados recuperados, 14.011 encontram-se ativos e 2.988 tiveram óbito confirmado de Covid-19, segundo números do boletim epidemiológico desta quarta-feira (22), divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab).


A instabilidade e lentidão no sistema e-SUS VE do Ministério da Saúde, que vem ocorrendo desde o último sábado (18), impossibilitou que os municípios baianos registrassem em tempo oportuno, os casos ambulatoriais de coronavírus (Covid-19). Neste sentido, com a retomada do sistema nesta quarta-feira (22), ocorreu o lançamento dos casos acumulados, gerando um crescimento que não representa a realidade das últimas 24 horas.


Os casos confirmados ocorreram em 407 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (37,67%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por cem mil habitantes foram Gandu (3.283,65), Itajuípe (2.776,83), Ipiaú (2.352,15), Dário Meira (2.268,91) e Aurelino Leal (2.150,72).


O boletim epidemiológico contabiliza ainda 276.316 casos descartados e 76.944 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta quarta-feira (22).


Na Bahia, 13.238 profissionais da saúde foram confirmados para Covid-19. Na Bahia, dos 2.660 leitos disponíveis do Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para coronavírus, 1.665 possuem pacientes internados, o que representa uma taxa de ocupação de 63%. No que se refere aos leitos de UTI adulto, a taxa de ocupação na Bahia é de 73%.

Postar um comentário

0 Comentários