Prefeitura fecha 535 estabelecimentos por descumprir decreto municipal


O Governo Municipal já fechou e ameaça caçar o funcionamento de 535 estabelecimentos comerciais em Feira de Santana por desrespeitarem o Decreto Municipal que permite apenas o funcionamento de atividades essenciais durante o período de combate ao coronavírus. A ação foi realizada pela Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) com apoio da Polícia Militar, no período de 21 a 31 de maio.

A maioria dos estabelecimentos que estava furando o Decreto Municipal para fechamento está situada nos bairros Feira X, Chácara São Cosme, avenida Presidente Dutra, Parque Ipê, Jardim Cruzeiro, Queimadinha, Santa Mônica, Sobradinho, Mangabeira, Conceição e também no bairro Limoeiro.
Já nos distritos, a fiscalização identificou estabelecimentos funcionando irregularmente em Humildes, e nos povoados de Socorro e Alto dos Santos, em Tiquaruçu. “Lá inclusive iam fazer uma festa e tivemos que interromper”, relata o prefeito Colbert Martins Filho, ao alertar que a fiscalização vai continuar observando o cumprimento do Decreto Municipal para garantir a preservação de vidas.
Para garantir o sucesso das ações que visam preservar vidas, o prefeito Colbert Martins Filho pede a compreensão e apoio da população feirense. “Pedimos a você que cumpra esse decreto. É necessário que você evite aglomeração. Não saia de casa”, apela.
Para quem desrespeitar o Decreto Municipal, o Governo pretende adotar medidas enérgicas visando evitar a proliferação da pandemia em Feira de Santana. “A Fiscalização Preventiva Integrada, com todos os setores da Prefeitura e da Polícia Militar, está buscando aqueles infratores. Nós vamos punir todos eles, esses 535 estabelecimentos, provavelmente nós vamos caçar o funcionamento de todos eles, pelo desrespeito com a vida. Nós queremos buscar a vida e essas pessoas parecem não entender isso. Esse vírus mata. Portanto, fique em casa. Use máscara e evite aglomeração”, alerta.

Postar um comentário

0 Comentários