Para incluir surdos, coletiva semanal virtual do prefeito terá a presença intérprete de Libras


A coletiva virtual semanal, com a participação do prefeito Colbert Filho, que mostra andamentos e ações relacionadas à pandemia do coronavírus no município, passará a contar com a intermediação do intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais), Anderson Vieira Santos.

A participação do intérprete que trabalha na Secretaria de Educação, diz o prefeito, vai ampliar significativamente a quantidade de pessoas em Feira de Santana que passará a ficar informada sobre a situação e adotar comportamento que as protege e as outras.
A intermediação para o público surdo ou que enfrente dificuldade para ouvir – estimado em milhares de pessoas em Feira de Santana que entendem este tipo de linguagem, foi iniciada nesta coletiva de segunda-feira, 1º de junho. O trabalho do intérprete é considerado importante ferramenta de inclusão.
A participação do intérprete da linguagem de sinais é uma importante opção para que este segmento da sociedade se mantenha informado, visto que a tradução é simultânea sobre os acontecimentos, saindo do mundo de versões.
E eles mesmos tirem suas conclusões, respeitem as políticas públicas e adotem medidas preventivas, pensando coletivamente e pessoalmente. “Ele (o intérprete) nos ajudará a fazer uma melhor comunicação”, afirmou Colbert Filho.

Postar um comentário

0 Comentários