Fiscalização educativa conscientizou população sobre aglomerações em fogueiras


A fiscalização educativa para prevenir aglomerações em fogueiras na noite de São João em Feira de Santana foi considerada satisfatória para a Força Tarefa instalada pela Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). O trabalho realizado nesta terça-feira, 23, teve o objetivo de conscientizar as pessoas no combate à Covid-19.

Segundo a coordenadora da fiscalização, Márcia Cristina, foram identificadas em torno de 15 fogueiras. “Todas que verificamos eram famílias em suas casas. Conversamos e ressaltamos a importância de não se aglomerarem. Esse era nosso papel”, destacou.
A equipe não se concentrou apenas em fiscalizar as fogueiras. Eles também estavam atentos a bares e restaurantes que insistiam em funcionar, mesmo com a proibição. Foram fechados 12 estabelecimentos desse ramo. Uma casa noturna no bairro da Conceição foi interditada.
Recorde de estabelecimentos fechados durante o dia
A terça-feira que antecede o dia de São João também estabeleceu um recorde de estabelecimentos fechados por conta do descumprimento dos decretos municipais que colocam regras no funcionamento do comércio. Foram 157 estabelecimentos fiscalizados e fechados pela Força Tarefa da FPI.
O que chamou atenção foi o grande número de barracas de diversos ramos do comércio funcionando após o horário permitido pelo Governo Municipal. A desobediência resultou em 127 barracas fechadas.
Oficinas, bares e restaurantes completaram o número recorde. O prefeito Colbert Martins Filho salienta que é necessária consciência das pessoas que constituem o comércio, para evitar fechamento dos seus estabelecimentos e, principalmente, contribuir para o combate à Covid-19 em Feira de Santana.

Postar um comentário

0 Comentários