Colbert Filho diz estar preocupado com situação do ano letivo


O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, afirmou estar preocupado com a possibilidade da perda do ano letivo, situação que considera gravíssima, em conjunto com a pandemia do novo coronavírus. As aulas foram suspensas há três meses.

“Crianças das primeiras letras ainda não tiveram aulas. A recuperação deverá ser rápida, porque o apagão educacional está acontecendo em todo o país, que é um desafio”, afirmou. Para ele, o reflexo desta situação será sentida dentro de uma década, por toda uma geração que está no momento passando por estas dificuldades.
Argumentou que o município está buscando alternativas, porque a educação terá que se reinventar completamente. “Aulas presencial e à distância deverá ser equilibrada”. Colbert Filho ainda disse que está-se buscando o que fazer para que conteúdo de ensino seja acessado e, uma das possibilidades, será ofertar maior dados de internet para que a maioria das famílias que não tem condições de oferecer esta plataforma para que seus filhos estudem.
“A recuperação tem que ser rápida. Temos que encontrar forma de faze-la”, disse, durante o semanal Encontro da Secom com a Imprensa Feirense, na manhã desta segunda-feira, 15. Ele também disse que se reuniu com todo sistema de educação do município, que inclui as redes pública e privada, quando discutiram formas de retomar as aulas.
“Estamos observando onde ser possível oferecer aulas à distancia, aulas por meio de televisor, onde será necessário link instalados pela prefeitura para que conteúdo de ensino seja acessados, são os desafios”, disse Colbert Filho.

Postar um comentário

0 Comentários