Delegado diz que dono da Fazenda Bar será responsabilizado pela morte de estudante


O delegado, Sérgio Vasconcelos, titular da Delegacia Territorial de Coração de Maria, disse que o dono do ‘Fazenda Bar’, localizado no povoado de São Simão, município de Coração de Maria, onde a estudante Gabriela de Jesus Carvalho, 18 anos, moradora de Feira de Santana, morreu após tocar em uma cerca elétrica. Na fazenda Bar, ocorreu uma festa de aniversário na noite de sábado (25-04-2020).


O delegado Vasconcelos, disse que a vítima foi urinar, atrás de um carro e nesse local tinha uma tela que cercava um galinheiro. Quando ela se abaixou, provavelmente tocou nessa tela e sofreu o choque elétrico. O aniversariante e outras pessoas utilizaram um sapato e conseguiram tirar a garota e, após tentar reanimá-la, a socorreram”, declarou.

Ainda de acordo com o delegado, O delegado o galinheiro está localizado na mesma área do estabelecimento comercial e o proprietário deverá responder judicialmente, tanto pela morte da estudante, quanto por desobedecer um decreto municipal que proíbe a abertura de bares e aglomeração de pessoas.

“Pois, ele vai ser indiciado em inquérito policial, porque havia uma responsabilidade dele pelo local. Nós estivemos no local, na segunda-feira (27), fizemos a perícia, onde constatamos várias irregularidades, ligações clandestinas e além do mais, ele desrespeitou um decreto municipal, que proibia abertura de bares e aglomeração de pessoas”, explicou Sérgio.

Vasconcelos afirmou também que já ouviu o aniversariante, ouvirá mais três testemunhas e marcou o depoimento do dono do bar para a próxima segunda-feira.
Informações Denivaldo Costa/Central de Polícia
Entenda o Caso
A estudante, Gabriela de Jesus Carvalho, 18 anos, que residia no bairro Parque Ipê, em Feira de Santana, morreu na noite de sábado (25-04-2020), após tomar um choque elétrico durante uma festa numa fazenda localizada no município de Coração de Maria.

Segundo informações, Gabriela estava participando de uma festa no interior da fazenda, quando a mesma disse a colegas que iria ao banheiro. “Aproximadamente uns 20 a 25 minutos uma das colegas percebeu a falta de Gabriela e questionou. “Gabriela foi ao banheiro e ainda não voltou, vamos atrás dela pra vermos o que aconteceu”, contou uma das pessoas que se encontrava na festa.

Gabriela ainda foi levada para o Hospital Emec em Feira de Santana, mas chegou sem vida. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), e feito a necropsia.

Postar um comentário

0 Comentários