Acusado de matar pai e filho é o 12° preso durante Operação em Feira de Santana


O criminoso autor das mortes de Gilielson Sima Santana, 44 anos, e Valdemy Rodrigues de Souza, 21, pai e filho respectivamente, ocorrida em maio de 2019, foi o 12° capturado em operação realizada, nesta quinta-feira (23-04-2020), na cidade de Feira de Santana.

O foragido da Justiça estava escondido no bairro Nova Esperança e foi localizado por equipes da Delegacia de Homicídios (DH). Além de assassinar pai e filho, o criminoso, também em maio de 2019, tentou matar Jhonata Morais de Souza, outro filho de Gilielson. A vítima foi atingida por disparos de arma de fogo, mas foi socorrida com vida e sobreviveu após atendimento médico.

"Parabéns aos policiais militares e civis pela dedicação em fazer segurança pública na cidade de Feira de Santana. Sabemos que a violência não se combate apenas com ações investigativas e repressivas, mas continuaremos fazendo a nossa parte", destacou o secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa.
A Operação

Onze mandados de prisão contra criminosos envolvidos com mortes ligadas ao tráfico de drogas foram cumpridos, no início da manhã desta quinta-feira (23), na cidade de Feira de Santana. A ação foi desempenhada em conjunto pelas polícias Civil e Militar.
No bairro Mangabeira, guarnições da 66ª CIPM alcançaram um criminoso na casa da namorada e efetuaram a prisão. Em outro ponto, na primeira investida, o irmão do alvo procurado informou que não tinha contato com o homicida há dois meses. Minutos depois, nos fundos do imóvel, o foragido foi localizado.
Equipes da Rondesp Leste e da 1ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) cumpriram as outras duas ordens da Vara do Júri de Feira de Santana no bairros Caseb e Chácara São Cosme.

Presídio

No Complexo Prisional de Feira de Santana, os policiais cumpriram mandados contra sete detentos envolvidos em homicídios, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.
"Na semana passada, transferimos outros seis homicidas para o Presídio de Segurança Máxima, em Serrinha. Trabalhamos de forma incessante e integrada", declarou o coordenador da 1ª Coorpin, delegado Roberto Leal.
O comandante do Policiamento na Região Leste, coronel Luziel Andrade, por sua vez, informou que as ações ostensivas continuarão reforçadas na cidade. "A população pode nos ajudar denunciando, através dos telefones 190 e 181 (Disque Denúncia)", completou o oficial.
Fonte: Políciaéviola

Postar um comentário

0 Comentários