Feira de Santana terá o maior volume de investimentos da história no ano de 2020


Funcionamento do BRT, inauguração do Centro Comercial Popular, obras de requalificação do centro da cidade, duplicação dos viadutos Chico Pinto e Wilson da Costa Falcão, ampliação e duplicação de avenidas, além da implantação da iluminação de LED na cidade. Essas obras e realizações farão de 2020 o ano de maior volume de investimentos na história de Feira de Santana. A constatação foi do prefeito Colbert Martins Filho durante o discurso na abertura dos trabalhos legislativos da Câmara Municipal, na manhã desta segunda-feira, 03.

O ato foi prestigiado por vereadores, secretários municipais, membros da equipe de governo e dezenas de cidadãos que lotaram a galeria da Casa da Cidadania. O prefeito revelou que o BRT passará a funcionar em caráter experimental ainda neste primeiro semestre, no trecho da avenida Getúlio Vargas. "Existe perspectiva de estender este serviço experimental até a estação localizada à altura do Boulevard  Shopping, na avenida João Durval", completou Colbert.
Outra boa notícia é a inauguração do Centro Comercial Popular, prevista para o mês de março. "Este equipamento estará sendo entregue aos pequenos empreendedores ambulantes que hoje se encontram espalhados pelas ruas da cidade. Eles receberão as chaves das suas lojas. São 1.800 vendedores contemplados em uma área de 60 mil metros quadrados de construção. Todos vão ser acomodados em um equipamento de alto padrão, o maior do gênero no país. No mês de março, quando os ambulantes já terão deixado as ruas e acomodados em seus novos espaços, arrumados e preparados para atender a clientela, o Centro Comercial Popular vai abrir as portas, gerando cerca de 6 mil empregos diretos", destacou.
Colbert ressaltou que após a relocação dos ambulantes para o Centro Comercial Popular, a Prefeitura iniará uma verdadeira revolução urbanística no centro da cidade, com as obras do projeto Novo Centro. "Com um investimento de 38 milhões de reais, executaremos a primeira etapa do projeto Novo Centro, como foco na mobilidade urbana. Serão totalmente requalificadas, neste projeto, as avenidas Senhor dos Passos e Olímpio Vital e as ruas Barão de Cotegipe, Barão do Rio Branco, Marechal Deodoro, Conselheiro Franco, Visconde do Rio Branco, Recife e Sales Barbosa, Intendente Rui, Herminio Santos".
O prefeito acrescentou que "além de uma nova pavimentação, essa área central da cidade vai voltar a contar, como no passado, com árvores, assentos para o repouso, calçadas livres para o povo, acessibilidade para as pessoas portadoras de deficiência, sinalização moderna e completa, a exemplo de sinais sonoros e pisos elevados para a redução da velocidade dos automóveis".
A licitação que vai contratar a empresa de engenharia para executar a primeira parte dessas obras de requalificação do Centro Comercial de Feira de Santana será realizada no dia 15 de fevereiro. As obras devem ser concluidas em oito meses. O projeto também prevê interferências nas instalações de esgoto, drenagem pluvial e cabeamento de telecomunicações do centro da cidade. 
Outro importante investimento de mobilidade urbana, a ser executado este ano e citado pelo prefeito em seu discurso, é a duplicação dos viadutos Chico Pinto e Wilson da Costa Falcão. "Ambos funcionam como desafogo para o trânsito do anel rodoviário da cidade e também de importantes avenidas. O Viaduto Chico Pinto encerra a avenida Getúlio
Vargas e dá acesso a avenida Noide Cerqueira. O Viaduto Wilson Falcão termina a avenida Maria Quitéria e funciona como acesso à avenida Fraga Maia. Estamos com licitação homologada para a elaboração dos projetos", revelou Colbert.
Prolongamento e requalificação de importantes avenidas
Os prolongamentos das avenidas Francisco Fraga Maia e Ayrton Sena resultarão na ligação destas vias ao bairro Papagaio, potencializando um dos principais vetores de crescimento da cidade nos últimos anos. Outra importante notícia anunciada pelo prefeito Colbert Martins Filho em seu discurso é a construção de uma ciclovia. "Os feirenses vão poder contar, em 2020, com uma grande ciclovia, começando a partir da avenida Maria Quitéria, na altura do Feira Palace Hotel, até a Universidade Estadual de Feira de Santana".
Outra avenida que sofrerá importantes intervenções é a Artêmia Pires, no SIM. "Outro projeto importante para a mobilidade urbana de Feira é a requalificação e transformação da rua Artêmia Pires, no SIM, em mão única, sentido FTC. Aquele grande vetor de desenvolvimento, que é a Artêmia, reclama uma solução para o tráfego de veículos, hoje muito complicado. E esta é uma das nossas prioridades", salientou.
Nova iluminação de LED 
Na oportunidade o prefeito também destacou o maior investimento da história da cidade na área da iluminação pública, que será dotada de lâmpadas de LED. "Este é um projeto prioritário da nossa administração, que já terá início agora em fevereiro. Na próxima sexta-feira, começamos a instalar essas lâmpadas pelo bairro Rua Nova", ressaltou Colbert.
Ele informou que nesta primeira fase a Prefeitura vai instalar até 7 mil luminárias de LED com lâmpadas de LED. "Bairros que registram os maiores índices de violência são prioridade. Mas também em algumas avenidas centrais vamos trocar as atuais lâmpadas de vapor de sódio ou metálico por lâmpadas modernas de LED". 
O prefeito destacou ainda que a continuação deste projeto será através de uma inédita Parceria Público-Privada no Nordeste do país. "Que estamos em vias de fechar. Está aberta uma licitação de nível internacional, da qual Feira de Santana faz parte, para seleção de grupos multinacionais que vão promover a substituição total de todos os nossos mais de 60 mil pontos de iluminação por sistemas em LED. Estão envolvidos nesse processo o Ministério do Desenvolvimento Regional e a Caixa Econômica Federal", frisou.
Centro de Educação Complementar
Na área da educação, além da reforma de creches e escolas, adequando-as ao novo padrão dos equipamentos da Rede Municipal de Educação, a Prefeitura realizará um grande investimento com a construção do Centro de Educação Complementar. "Na área onde por décadas funcionou o Feira Tênis Clube, desapropriada e adquirida pela Prefeitura, teremos um gigantesco complexo voltado para a educação infantil, tendo como prioridade será
o atendimento ao aluno portador de qualquer tipo de deficiência. Também será um espaço dedicado a formação pedagógica e melhor qualificação dos nossos professores. Ali funcionará o denominado Intereduc", explicou Colbert.
"Na primeira etapa de obras, faremos a recuperação da estrutura do antigo FTC, preservando o seu projeto arquitetônico. Serão investidos 8 milhões de reais neste momento inicial, de restauração das instalações existentes. A sequencia dos investimentos vai resultar em oito salas multiuso e de informática. Teremos dois auditórios com capacidade para mil pessoas. Salas de idioma. Um edifício garagem com capacidade para estacionar 300 veículos", acrescentou.
Ela relatou ainda que na área do antigo Feira Tênis Clube também receberá a sede própria e permanente da Secretaria de Educação do Município, que contará com sete pavimentos para a instalação de todos os departamentos do órgão, além de um auditório para 350 lugares.

Postar um comentário

0 Comentários