feira de santana

Diretor da secretaria do Meio Ambiente explica corte de quase 30 árvores próximo ao Centro de Abastecimento


Um vídeo que está circulando em redes sociais denuncia que a Prefeitura de Feira de Santana estaria cometendo crime ambiental ao cortar cerca de 30 árvores na rua Juvêncio Erudilho, trecho entre o cruzamento com a rua Manoel Matias de Azevedo até o cruzamento com a Avenida Canal. O Acorda Cidade tomou conhecimento que a prefeitura vai alterar esse trecho da rua Juvêncio Erudilho, que passará a ser mão única.

A comerciante Gigliola Silva de Freitas não concorda que a prefeitura tenha cometido crime ambiental. “Pra melhoria do trânsito é bom sim. Quem sabe em um projeto futuro eles plantem novas árvores? Espero que sim. Mas eu não concordo que seja crime ambiental, pois aqui vem ocorrendo vários assaltos e as árvores esconde muito. Além disso, as árvores estavam atrapalhando o trânsito. A única coisa que acho que ruim é que vai ficar quente aqui sem as árvores para ventilação”, disse.

O diretor do Departamento de Licenciamento e Fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente, Germano da Silva Araújo disse que não houve crime ambiental e explica essa ação. “Crime ambiental é quando acontece a remoção de uma árvore sem uma autorização da secretaria do Meio Ambiente, nesse caso houve um parecer favorável da secretaria para fazer a remoção dessas árvores. Colocamos no parecer técnico que vamos fazer o replantio no local de 16 árvores e também realizar a devida compensação em outra localização do município de 52 mudas de árvores de porte médio”, afirmou.
Alterações no trânsito
A Prefeitura Municipal através da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) vai alterar o trânsito na rua Juvêncio Erudilho. Segundo o superintendente Maurício Carvalho, com a chegada do shopping popular, houve a necessidade de se fazer um planejamento para todo o entorno do Centro de Abastecimento.
“A Juvêncio Erudilho é uma rua que funciona como mão e contramão, sentido duplo, e a partir dessa modificação, ela passará a ter sentido único para a Avenida de Canal, fazendo um binário com a Manuel Costa Ferreira, que vai fazer o sentido inverso, em direção a praça 2 de Julho. Com esse novo binário e a Juvêncio Erudilho sendo mão única, haveria a necessidade da retirada do canteiro central, assim houve a necessidade dessa intervenção. O Centro de Abastecimento tem um trânsito desordenado e fizemos esse planejamento. A Manuel Matias também vai fazer um binário com a Rua Porto Velho e as transversais vão funcionar nesse mesmo perfil”, disse.
De acordo com Maurício Carvalho, todas as ruas que farão parte dessas mudanças, serão pavimentadas com recursos oriundos de multas de trânsito na cidade.

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.