Bahia de Feira vence o Luverdense e avança na Copa do Brasil


O Bahia de Feira garantiu o triunfo em sua estreia na Copa do Brasil, contra o Luverdense-MT, pelo placar de 3 a 1, na noite desta quarta (05), na Arena Cajueiro.

O técnico Barbosinha escalou o Tremendão com Alan; Jarbas, Paulo Paraíba, Menezes, Cazumba; Capone, Escuro, Diones, Pedro Pires, Neguinho; Deon. O jogo começou com a equipe adversária pressionando o Bahia de Feira, que se defendia bem e saía forte nos contra-ataques.

Mas as investidas dos mato-grossenses não assustaram nem um pouco o Tremendão, que aos 16 minutos saiu na frente no placar com o gol do artilheiro Deon. Após boa jogada do jovem Neguinho, de 16 anos, pela ponta direita do ataque, a bola chegou cruzada na área adversária. Tudo o que Deon queria: bola para o fundo da rede, e a torcida foi ao delírio.
A partir daí, a equipe da casa passou a controlar o jogo, saiu da defensiva e começou a propor o ritmo, mas o placar foi o mesmo até o final do primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, Barbosinha precisou mexer no time por conta de problemas físicos. Pedro Pires se machucou num ataque do Bahia de Feira e foi substituído, e pouco antes do juiz encerrar o primeiro tempo, Neguinho também sentiu e deu lugar a Pelé.
A segunda etapa começou como acabou a primeira: a todo vapor, mas com o Tremendão ainda cauteloso, já que um eventual empate classificaria a equipe do Mato Grosso. O segundo gol da partida só veio sair aos 22 minutos do segundo tempo.
Após boa cobrança de escanteio de Cazumba, o zagueiro Menezes subiu muito mais do que a alta defesa do Luverdense, meteu a cabeça na bola e fez a torcida ir à loucura mais uma vez. Era o Tremendão indo gradativamente à próxima fase da competição nacional.
Com o placar ampliado, o Tremendão, em vez de se retrancar, foi mais pra cima ainda, afinal, estava jogando em casa, com a torcida ao seu favor, e com um resultado mais confortável. E quatro minutos depois, aos 26 da segunda etapa, o Tremendão voltou a marcar.
Pelé avançou pela direita do ataque e tocou para o polivalente Jarbas, que não tomou conhecimento dos marcadores rivais, acelerou e soltou o pé da entrada da área. Foi o terceiro gol do Bahia de Feira. Alívio no campo e nas arquibancadas. Classificação praticamente encaminhada.
O Bahia de Feira chegou a levar um susto, após o gol de Kauê, do Luverdense, e Jarbas ainda foi expulso no final da partida, mas a classificação veio. O Bahia de Feira está na segunda fase da Copa do Brasil 2020.
O próximo confronto na competição é contra o Paraná-PR, também na Arena Cajueiro. A equipe do sul do país venceu, fora de casa, o Palmas-TO. Pelo ranking da CBF, o Bahia de Feira está atrás do próximo adversário, que é um time de Série B – conquistou o torneio em 1992 -, e já figurou diversas vezes na elite do futebol nacional. Na próxima fase, o jogo também é o único, e o visitante tem a vantagem de se classificar com apenas um empate. A partida ainda não tem data definida.
Bahia de Feira: Alan, Jarbas, Paulo Paraíba, Menezes e Cazumba; Escuro, Diones, Capone e Neguinho (Pelé); Pedro Pires (Léo Porto) e Deon (João Baiano). Técnico: Barbosinha.
Luverdense: Felipe Rocha, Rhuan, Tharsus, Murilo e Samuel; Jean, Luan, Josué e Alan Fabrício; André e Gustavo. Técnico: Zé Roberto. Não temos as substituições.
Fonte: Acorda Cidade

Postar um comentário

0 Comentários