esporte

Em jogo tranquilo, Bahia vence o Imperatriz-MA em Pituaçu


Tranquilidade. Talvez seja essa a melhor palavra para definir o triunfo do Bahia por 2x0 sobre o Imperatriz, na noite desta terça-feira (28), no estádio de Pituaçu, pela segunda rodada da Copa do Nordeste.

Na primeira apresentação do elenco principal como mandante em 2020, Gilberto e Élber foram os responsáveis por marcar os gols que deram a vitória ao tricolor, que quebrou um jejum de oito jogos sem vencer em casa. O resultado deixou o Esquadrão com quatro pontos, na liderança do Grupo A do Nordestão. A rodada prossegue com jogos até domingo (2).
O próximo compromisso do time na competição será o clássico contra o Vitória, no dia 8 de fevereiro, às 18h, na Fonte Nova. Até lá, o Bahia jogará mais três vezes: duas com o elenco de aspirantes, contra o Bahia de Feira nessa quarta (29), em Feira de Santana, e o Jacuipense, domingo (2), em Pituaçu; e uma com a equipe principal, contra o River, em jogo único pela primeira fase da Copa do Brasil, dia 5, em Teresina.
O jogo
Diante de um adversário que não levou perigo no primeiro tempo, o tricolor do técnico Roger Machado apenas controlou a partida e até ficou devendo uma pressão maior nos 45 minutos iniciais. Depois de um começo em que teve dificuldade para furar o bloqueio do Imperatriz, o Esquadrão conseguiu conectar bons passes e criar chances.

Aos oito minutos, João Pedro recebeu passe de Élber e caiu dentro da área. Os tricolores pediram pênalti, mas o árbitro mandou seguir. Não teve problema. Um minuto depois, Flávio acertou ótimo passe para Juninho Capixaba, o lateral invadiu a área e cruzou rasteiro para Gilberto. O camisa 9 só escorou para o gol e abriu o placar. Foi o primeiro gol de Gilberto na temporada e também o primeiro do elenco principal, que na estreia na Copa do Nordeste empatou em 0x0 com o Santa Cruz, no Recife.
Com mais posse de bola, o Bahia seguiu pressionando, mas esbarrava na falta de pontaria para ampliar o placar. Aos 11 minutos, Gilberto aproveitou o contra-ataque e ia sair de cara com o goleiro, mas foi derrubado por Henrique Mattos na entrada da área. O zagueiro do Imperatriz levou o cartão vermelho direto e deixou o campo mais cedo. Na cobrança da falta, o lateral Juninho Capixaba acertou o travessão.
Com um jogador a menos, o Imperatriz se viu em dificuldade ainda maior e o jogo virou um treino de ataque contra defesa. 
João Pedro recebeu passe dentro da área, só que tentou o drible e perdeu outra boa chance. Aos 29 minutos, foi a vez de Daniel não aproveitar o cruzamento de João Pedro e, da marca do pênalti, mandar para fora. 
Quando o Bahia acertou o gol, o goleiro adversário Rafael Pascoal operou um milagre e mandou para escanteio a cabeçada à queima roupa do baixinho Élber.
Para não dizer que o Imperatriz não chegou ao ataque, o único lance de perigo do Cavalo de Aço no primeiro tempo foi o cruzamento de Lucas Campos que pegou efeito e quase enganou o goleiro Anderson.  
Segundo tempo
Para tentar melhorar a eficiência do ataque, o Bahia voltou para o segundo tempo com Rossi na vaga de Daniel.  A pressão continuou e não demorou muito para sair o segundo gol. Aos oito minutos, Élber fez linda jogada pela esquerda, passou por dois marcadores e chutou para ampliar o placar. A bola passou por baixo dos braços do goleiro adversário.

Depois do segundo gol, o duelo ficou morno. Roger então promoveu as entradas de Ronaldo e Fernandão nas vagas de Gregore e Gilberto, respectivamente.
O Bahia chegou a marcar o terceiro em chute de João Pedro que o goleiro  Rafael Pascoal aceitou um frango. Porém, o auxiliar flagrou impedimento e o lance foi anulado. 
Sem ser ameaçado e com pouca inspiração, restou ao Bahia apenas esperar o apito final para comemorar a primeira vitória na temporada. 
Ficha técnica: Bahia 2x0 Imperatriz-MA
Bahia |  Anderson, João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho e Capixaba; Gregore (Ronaldo), Flávio e Daniel (Rossi), Élber, Clayson e Gilberto (Fernandão). Técnico: Roger Machado
Imperatriz |  Rafael Pascoal, Hudson, Henrique Matos, Renan Dutra e Lorran (Madson); Adriano Bispo, Du Santos, Kariri (Thiago Tomais) e Luan (Nonato); Lucas Campos e Joelson. Técnico: Paulinho Kobayashi
Estádio |  Pituaçu  Gols | Gilberto, aos 9 minutos do 1º tempo; Élber, aos 8 minutos do 2º tempo 
Cartão vermelho | Henrique Mattos (Imperatriz)
Público | 10.411 pagantes Renda | R$ 95.650,00 
Árbitro | Fábio Sá, auxiliado por Rodrigo Guimarães e Wendel Melo (trio de Sergipe)

Fonte: Correio24horas

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.