variedades

Reforma do Hospital da Mulher garante ambiente mais humanizado aos pacientes


Com o objetivo de aumentar a capacidade do atendimento e proporcionar mais conforto as pacientes do Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher, O Governo do prefeito Colbert Martins Filho, através da Fundação Hospitalar, está realizando obras na unidade. Os serviços seguem em ritmo avançado, com meta de conclusão no primeiro semestre de 2020. O investimento, a partir de recursos próprios do município, em torno de 500 mil reais, está sendo aplicado na melhoria de toda estrutura, desde a fachada até as instalações internas.

“Por ser uma instituição da área de saúde o atendimento não pode parar 100%. Então há seis meses foi iniciada à parte de reforma do telhado, já concluída, e conforme o cronograma da empresa contratada no máximo 45 dias estará finalizada a ampliação do ambulatório, além dos 4 leitos de parto normal”, disse a presidente da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, Gilberte Lucas.
Ela explica ainda que na parte externa, “a obra teve início na entrada da emergência, adaptando a entrada pelo ambulatório, para dar início a substituição do piso do estacionamento por um material de alta resistência, antiderrapante, que além de ser impermeável, vai dar mais segurança as pacientes. Também será feito um novo layout na fachada, fazendo a troca do material plástico para vidro espelhado. A guarita, por sua vez, está em processo de finalização da reforma e também será feita toda revitalização da jardinagem”, completou.
O visual da unidade hospitalar também ganhará uma nova roupagem a partir de pinturas em grafite. “Para celebrar a reforma do Hospital da Mulher, vamos lembrar a presença delas e dos bebês nos dois grandes paredões do hospital com obras de grafiteiros feirenses. Dará um novo ‘UP’ logo na entrada”, ressaltou Gilberte.
Investimento em segurança
Atendendo a determinação do prefeito Colbert Martins Filho, também foram realizados investimentos em segurança na unidade hospitalar. Foram colocadas catracas eletrônicas em todas as entradas de acesso. “A biometria não apenas controla a entrada e saída de funcionários no hospital, mas também garante a segurança das nossas pacientes, funcionários e acompanhantes. Através da biometria digital na Uti neonatal e no Centro Obstétrico só entram os funcionários escalados ou quem for autorizado”, exemplifica a presidente.
Também foram instaladas lâmpadas de LED nas laterais do Hospital da Mulher, além de 182 câmeras que monitoram entradas e saídas. “Dentre os equipamentos adquiridos pela FHFS, 90% deles são novos e por meio de contrato e apenas 10% que demandam de manutenção pertencem a lavanderia. Também foram colocados aparelhos de ar-condicionado novos com 30mil BTUs em todas as enfermarias”.
A presidente da Fundação Hospitalar explica que nos últimos anos vários setores do Hospital da Mulher passaram por significativas reformas, como o setor de nutrição, o novo Banco de Leite, o laboratório que passou a ter uma nova estrutura, todo climatizado e informatizado, além da parte de adequação interna do centro obstétrico, já reformado. “Estamos na etapa também de reforma dos 68 banheiros e vamos passar para a reforma da enfermaria D, pois entre 2015 a 2016, quando devido a demanda de atendimento tivemos que abrir 14 leitos, e desde então vem atingindo o seu máximo”, ressalta Gilberte.
Ela observa ainda que será investido na reforma do conforto da residência médica, com o objetivo de garantir qualidade no trabalho dos profissionais plantonistas. “E para finalizar esta etapa, vamos construir uma oficina para manutenção de equipamentos no fundo do hospital”, revela. 

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.