feira de santana

Prefeitura de Feira de Santana implanta programa de qualificação profissional


Acorda Cidade - A Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, lançou na manhã desta quarta-feira (9), o projeto Qualifica Feira. O secretário Pablo Roberto informou que o programa vai beneficiar inicialmente 2.500 pessoas e conta com parcerias importantes como a do Senai. Ele explicou que o programa Qualifica Feira reúne todas as formas de qualificação profissional que a secretaria já vinha trabalhando.

“Nós atendemos a recomendação do prefeito Colbert. Ele nos chamou há cerca de 60 dias e sentiu a necessidade que nós precisaríamos organizar melhor isso. Com o Qualifica Feira hoje nós democratizamos para que todas as pessoas que queiram fazer um dos cursos que a secretaria vai oferecer possam ligar para o Fala Feira 156 ou então fazer a sua inscrição através do aplicativo”, afirmou Pablo ao Acorda Cidade.
Pablo acrescentou ainda que serão 35 cursos oferecidos e a parceria com o Senai tem investimentos na ordem de 1,5 milhão de reais. Na primeira etapa serão beneficiados cerca de 1.500 jovens com um curso que tem um valor de mercado de R$1.000.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade
“São cursos que muitas pessoas da população não teriam condições de pagar. Os cursos acontecerão no centro de Formação do Qualifica Feira que será inaugurado nos próximos dias pela prefeitura na Rua Barão do Rio Branco. Nós também teremos a oportunidade de levar os caminhões do Senai para os mais diversos pontos da cidade e também para os distritos”, frisou.
O prefeito Colbert Martins declarou que o objetivo do programa é dar uma melhor qualificação profissional para a população. De acordo com ele, abre espaço para a concorrência com qualidade para o mercado de trabalho.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade
“Nós queremos que Feira de Santana absorva a maior parte das vagas que nós demos a qualificação necessária”, concluiu.
Os investimentos totais do Qualifica Feira são de 2, 4 milhões de reais. A vigência da primeira etapa é de 12 meses e deverá beneficiar em média dez mil pessoas.
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.