variedades

Rede FTC foca em inovação para oferecer especializações em cinco áreas de atuação


Especialistas em empregabilidade são taxativos ao afirmar que o mercado está em busca de um novo perfil de profissional. Disruptivo, dinâmico e com múltiplos interesses, o “funcionário do mês” dos novos tempos também busca potencializar competências que o destaquem na multidão. Atenta a este movimento, a Rede FTC investiu em inovação para entregar também o mais moderno conceito de pós-graduação. Na FTC Feira de Santana serão ofertados 11 cursos, em cinco áreas de atuação.


Pioneira no uso de metodologias ativas, a instituição remodelou todo seu portfólio, desenvolvendo matrizes que incluem, em todas as áreas, componentes curriculares voltados ao empreendedorismo, novas tecnologias e desenvolvimentos de competências. “Mais do que entregar um profissional competente ao mercado de trabalho, a pós-graduação da FTC está comprometida em dar um direcionamento profissional e humano ao aluno, para que ele consiga canalizar as suas principais competências e assim alcançar a sua própria versão de sucesso”, afirma Geandro Silva, Coordenador Geral de Pós-Graduação da Rede FTC.

Neste novo modelo proposto pela FTC, a maioria das especializações terá duração de apenas 1 ano. A redução no tempo para formação é mais um benefício para essa geração de profissionais conhecida pela urgência com que busca resultados. O pouco tempo, no entanto, não significa uma redução da carga horária do curso ou uma preparação rasa. Para tornar possível este modelo, um time de especialistas multidisciplinar foi responsável por lapidar a grade de cada um dos cursos, de forma a manter aqueles conteúdos realmente relevantes que serão trabalhados de forma mais profunda e esmiuçada, permitindo assim que o desenvolvimento das competências ocorra através de estudos de casos reais.

Focado em seu crescimento global, o aluno da nova Pós-FTC desenvolverá no final do curso um Plano de Desenvolvimento Profissional (PDP). Diferente de um Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) que é tradicionalmente mais teórico, o PDP propõe que o pós-graduando se submeta a uma avaliação capaz de mapear seu perfil comportamental, suas principais competências profissionais e verificar a compatibilidade com a área em que atua. De posse do autoconhecimento profissional e ciente de sua atual posição no mercado de trabalho, o aluno irá construir o PDP propriamente dito: um plano de ação com metas claras e objetivas para conquistar o que, para este aluno, é o sucesso profissional.

De acordo com o coordenador Geandro, durante todo o processo, este aluno estará amparado por uma equipe de profissionais altamente capacitados. “Firmamos uma importante parceria com a Opus Human para a aplicação do PDA International, uma metodologia para análise de perfis comportamentais, que oferece também todo um suporte humano e técnico para guiar nosso aluno durante todo o PDP, e munindo-o com as ferramentas que precisa desenvolver para alcançar seus objetivos”, reforça o coordenador.

No Centro Universitário de Feira de Santana serão ofertados, já neste semestre, 11 cursos em cinco áreas: Gestão, Tecnologia, Direito, Saúde e Engenharia. Alguns deles acabaram de entrar no portfólio da unidade, como Gestão da Informação e Novas Tecnologias, Gestão em Planejamento Tributário, Marketing e Mídias Digitais e Ciências Criminais e Penais. 

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.