variedades

Com cortejo e muito samba de roda, CCMM comemora Dia do Folclore


Uma das maiores expressões da musicalidade regional e da cultura regional, o samba de roda deu o tom nas comemorações do Dia do Folclore, na manhã desta quinta-feira, 22, no Centro de Cultura Mastro Miro.

O violão e o pandeiro da Quixabeira da Lagoa da Camisa, povoado do distrito de Maria Quitéria, animou os presentes no palco e no Cortejo do Folclore, que aconteceu pela primeira vez.
O animado grupo foi ao Centro de Convivência do Idoso Dona Zazinha Cerqueira, recentemente inaugurado pela Prefeitura, que fica próximo ao CCMM, onde encontrou uma turma animada.
“O folclore é a base de toda nossa cultura”, afirmou o diretor do CCMM, Luiz Augusto Oliveira. “E o samba de roda e a burrinha são grandes expressões desta manifestação”.
O ator e diretor de teatro Roberval Barreto vestiu a fantasia da burrinha, um dos mais prestigiados personagens populares, presente em todas as manifestações folclóricas.
Idosas que participam da Oficina de Teatro, oferecida pelo Programa Arte de Viver, da Fundação Egberto Costa, participaram do cortejo.
Dona Terezinha Lima, 82 anos, sambou do começo ao fim. “Gosto do samba de roda”, afirmou. Dona Heloísa Machado disse que estava comemorando 80 anos. “Tudo está muito divertido”.
Dona Violeta Cardoso Urbano, 77, aluna de teatro, mesmo com problemas nas pernas – usava uma bengala, se divertiu a valer. “É muito importante este tipo de comemoração”.

SOBRE Santiago Live

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.